Nome do Projeto
Trabalhos De Campo Como Recurso Educacional
Ênfase
ENSINO
Data inicial - Data final
16/05/2016 - 31/12/2017
Unidade de Origem
Área CNPq
Ciências Sociais Aplicadas - Turismo
Resumo
O presente projeto de ensino está vinculado às disciplinas do Curso de bacharelado em Turismo lotadas no Departamento de Turismo, as quais prevêem em seu plano de ensino a realização de saídas de campo e/ou de visitas. O Projeto Político Pedagógico – PPC do Curso de Bacharelado em Turismo (2013, p. 11-12) reforça que " A fim de garantir a interdisciplinaridade inerente ao fenômeno turístico será realizada, pelo menos uma visita técnica por semestre letivo, que deverá envolver as disciplinas ofertadas com previsão deste tipo de atividade. Enfatizamos que todos os elementos do sistema turístico estão interligados, ainda que tenham sido isolados artificialmente para efeitos de ensino e aprendizagem. As disciplinas foram separadas e serão estudadas individualmente, mas na realidade estão relacionadas e interagem, e o entendimento desse inter-relacionamento conduz à compreensão do turismo". Durante as saídas de campo ou visita técnica haverá a definição dos pontos-chave a serem apreendidos e/ou analisados através de diversificadas ações, por meio dos quais levantamos e analisamos os aspectos acerca das situações, problemas ou não problemas, a serem conhecidos e compreendidos com maior profundidade, partindo da reflexão a respeito dos possíveis fatores e das determinantes maiores, relacionados ao caso em questão. . Neste sentido, evidenciamos a necessidade de se adotar práticas extra-sala de aula como meio de se obter êxito mais efetivo no processo de ensino e aprendizagem, especificamente a importância do trabalho de campo/visitas técnicas no contexto educacional.

Objetivo Geral

Proporcionar aos alunos do curso de Bacharelado em Turismo trabalhos de campo como um recurso educacional.

Justificativa

Praticas extra – sala de aula , seja como trabalhos de campo/visitas técnicas, a exemplo de outras áreas do conhecimento, são um recurso educacional de relevância incontestável para o ensino de Turismo. Diversas pesquisas têm revelado o interesse e a importância desse recurso, ao mesmo tempo em que iluminam distintas faces de sua aplicação prática efetiva.
A importância que a realização de atividades de campo proporciona no processo de construção do conhecimento é uma premissa apoiada por diversas publicações.
Fernandes (2007, p.22) define atividade de campo em Ciências como “toda aquela que envolve o deslocamento dos alunos para um ambiente alheio aos espaços de estudo contidos na escola”. Quando nos referimos às atividades de campo, nos reportamos à ideia de uma estratégia de ensino em que se substitui a sala de aula por outro ambiente, natural ou não, onde existam condições para estudar as relações entre os seres vivos ali presentes, incluindo a interação do homem nesse espaço, explorando aspectos naturais, sociais, históricos, culturais, entre outros.
Sabe-se que as transformações acontecem de forma rápida e intensa e o professor pode aproveitar-se desse ambiente dinâmico para utilizar metodologias e práticas capazes de criar um ambiente mais descontraído e, ao mesmo tempo comprometido em alcançar os objetivos propostos pela grade curricular. Além desses pontos, destacamos que muitas das disciplinas do Curso de Turismo se propõem hoje, não apenas a estudar e analisar os acontecimentos globais, mas também a realidade do aluno, o local e a região na qual ele vive, onde ele está inserido, onde ele mantém relações. A partir dessa visão particularizada do local para o regional, muitas vezes, ele constrói a sua própria visão de mundo. Ao tentar levar em conta essa realidade busca-se práticas que facilitem o estudo dessa realidade, para que seja transposta e compreendida em todas as suas relações.

Metodologia

A metodologia empregada engloba:
 Realização, semestral, de Saídas de Campo interdisciplinares.

Resultados Esperados

Espera-se que os trabalhos de campo possam estimular nos discentes uma releitura crítico-construtiva da realidade preparando os acadêmicos para atuação responsável no desenvolvimento do turismo; desenvolvendo pensamentos reflexivos, críticos e criativos; estimulando a curiosidade intelectual dos alunos.

Indicadores, Metas e Resultados

As saídas de campo e visitas técnicas referentes ao 2o semestre de 2016 serão organizadas posteriormente, conforme as disciplinas ofertadas.

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
ANDYARA LIMA BARBOSA116/05/201631/12/2017
BRUNA FRIO COSTA116/05/201631/12/2017
DALILA MULLER116/05/201631/12/2017
DALILA ROSA HALLAL216/05/201631/12/2017
GABRIELA SILVA CHAVES416/05/201631/12/2017
GISELE SILVA PEREIRA116/05/201631/12/2017
MARIA DA GRACA GOMES RAMOS116/05/201631/12/2017
NARA NILCEIA DA SILVA SANTOS116/05/201631/12/2017
PRISCILLA TEIXEIRA DA SILVA216/05/201631/12/2017
SARAH MARRONI MINASI116/05/201631/12/2017
TANIA ELISA MORALES GARCIA116/05/201631/12/2017

Página gerada em 26/08/2019 02:02:23 (consulta levou 4.442532s)