Nome do Projeto
O diálogo como princípio da ressignificação dos atos de ensinar e aprender no Instituto Nossa Senhora da Conceição – Pelotas/RS
Ênfase
ENSINO
Data inicial - Data final
01/03/2017 - 01/03/2019
Unidade de Origem
Área CNPq
Ciências Humanas - Educação
Resumo
A formação de professores apresenta novos desafios propostos pela complexidade que se anuncia pela globalização, pela miséria econômica, pela violência, bem como pelos avanços da ciência e da tecnologia. Estas premissas, entre outras, nos impulsionam a considerar os modos de ser e agir que estabelecemos na sociedade da qual fazemos parte. Entre eles, estão os processos pedagógicos que anunciam a forma pela qual nos inserimos em uma dada cultura, seja por participação, seja por omissão em um determinado espaço público. Sendo a educação uma das formas de mediação destes processos, os que nela se envolvem necessitam refletir sobre as interferências que incidem sobre a mesma. Os novos modos de viver em sociedade, hoje, exigem, portanto, novas formas de se trabalhar com a educação, mais solidária, participativa de uma escuta mais apurada e cidadã de todos os participantes do processo. Assim, nota-se a exigência da reconceitualização e do papel social que adquire a educação no espaço de formação de professores, espaço este que demanda o reforço de suas características éticas, políticas, epistemológicas e culturais de ser um bem comum, um direito de todos os cidadãos, independente da sua etnia, de suas condições físicas, culturais ou de sua classe social. Para exercer os novos papéis atribuídos à educação, esboça-se a necessidade de formar profissionais com uma formação mais integral e transdisciplinar - filosófica, científica, estética e artística - que respondam por processos formativos em todos os níveis e modalidades de ensino e que, além disto, desenvolvam uma formação e uma atuação de qualidade. Que prepare os alunos não só para sua atuação em instituições formais como a escola, mas em outros espaços sociais, igualmente pedagógicos, a exemplo do que nos propomos a trabalhar com os acadêmicos do Curso de Pedagogia e de outras licenciaturas nesse projeto com as meninas na faixa etária de 06 a 12 anos do Instituto de Nossa Senhora da Conceição, na cidade de Pelotas/RS.

Objetivo Geral

Qualificar a formação do aluno do Curso de Pedagogia e de outras licenciaturas, com vistas à formação de um profissional que se caracterize por ser um agente social da educação, proporcionando o ressignificar de valores, posturas éticas e a ampliação dos saberes.

Justificativa

Novos desafios, impostos pela complexidade de nosso tempo, exigem mudanças educacionais, como não pode deixar de ser, na formação dos profissionais da educação. Nesse sentido exige que o professor seja preparado para a busca de novos saberes, práticas educativas diferenciadas, mudanças de postura e ideias, pois novos conhecimentos são necessários para dar conta da sociedade em constante mudança.
Dessa forma, ninguém promove o desenvolvimento daquilo que não teve oportunidade de desenvolver e vivenciar. A mudanças no perfil e nas atribuições do professor, exigidas pela conjuntura atual em que estamos inseridos, são bons motivos para (re)pensar os espaços de formação e da necessidade de uma formação mais abrangente e diversificada.
Os questionamentos presentes nesse texto justificam-se pelo compromisso assumido com uma educação de qualidade, crítica do mundo, portanto, da sociedade, pautada pelo respeito e pelo diálogo com os diversos saberes produzidos pelos alunos e, também, pela consciência de nossa incompletude, de que somos seres inacabados, inconclusos, constituídos pelas nossas experiências, pelas nossas vivências e pelo meio em que estamos inseridos.

Metodologia

A metodologia primará por um planejamento participativo no total de 400h nas seguintes proposições:
• Grupo de leitura e debate e socialização das ideias;
• Rodas de conversa e oficinas;
• Síntese/ relatório para socializar os resultados vivenciados.

Resultados Esperados

• Ampliação da formação dos alunos do Curso de Pedagogia e de outras licenciaturas da UFPel;
• Qualificação dos Cursos.

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
ALESSANDRA GURGEL PONTES401/03/201701/03/2019
DIRLEI DE AZAMBUJA PEREIRA401/03/201701/03/2019
HELENARA PLASZEWSKI401/03/201701/03/2019
LUCAS DA CRUZ MORAES MATOS201/03/201701/03/2019
MARCIELA DA SILVA MATTOS401/03/201701/03/2019
MARTA LIZANE BOTTINI DOS SANTOS401/03/201701/03/2019
MARÍLIA MÜLLER DOS SANTOS401/03/201701/03/2019
PATRÍCIA DA SILVA LUIZ401/03/201701/03/2019
PRISCILA MONTEIRO CHAVES401/03/201701/03/2019
RONALDO LUIS GOULART CAMPELLO401/03/201701/03/2019
TATIARA TIMM DE CARVALHO HERREIRA401/03/201701/03/2019

Página gerada em 20/11/2019 22:52:01 (consulta levou 0.044895s)