Nome do Projeto
Oficinas de estratégias autorregulatórias para a resolução de problemas matemáticos contextualizados
Ênfase
ENSINO
Data inicial - Data final
16/10/2017 - 05/12/2017
Unidade de Origem
Área CNPq
Ciências Humanas - Educação
Resumo
Este projeto se inscreve com a intenção de construir um espaço de reflexão, empreendida por estudantes de cursos de graduação da Universidade, a fim de compreender a importância do estudo da Matemática no Ensino Superior, especificamente mediante a resolução de problemas sobre conteúdos trabalhados na disciplina de Cálculo, oferecida pelo Departamento de Matemática e Estatística aos cursos de Engenharia e Agronomia. Com este projeto, vislumbramos a possibilidade de superação das dificuldades encontradas pelos estudantes na referida disciplina, percebendo a aplicabilidade da Matemática e com isso aumentando a motivação para a conclusão do curso de graduação. Este projeto faz parte de um projeto de pesquisa intitulado - Dos significados à autorregulação: perspectivas de estudantes com trajetórias acadêmicas de insucesso, que é realizado junto a PRAE.

Objetivo Geral

Construir um espaço de reflexão e aprendizagem de estratégias autorregulatórias para a resolução de problemas matemáticos contextualizados.

Justificativa

A disciplina de Cálculo, oferecida aos cursos de Engenharia e Agronomia tem como objetivo a compreensão dos conceitos fundamentais do cálculo diferencial de funções de uma variável real, desenvolvendo habilidades em aplicá-los a alguns problemas dentro e fora da Matemática.
Isso posto, o presente projeto parte da necessidade de compreensão dos estudantes da aplicabilidade da Matemática nos referidos cursos e devido aos elevados índices de reprovação nessa disciplina, pretendemos gerar oportunidades de reflexão e superação das dificuldades dos estudantes, buscando estratégias eficazes para a promoção da autorregulação na resolução de problemas matemáticos contextualizados.

Metodologia

As oficinas acontecerão semanalmente e em cada uma delas estudaremos um tema referente à aprendizagem da Matemática, mediante a resolução de problemas contextualizados, em 5 etapas.
Primeira etapa: explanação da proposta a ser desenvolvida, primando pelo comprometimento por parte dos envolvidos. Iniciaremos com o mapeamento das dificuldades percebidas pelos estudantes no estudo da Matemática e a partir do diálogo e discussão serão traçadas metas e objetivos para superação das dificuldades percebidas.
Faremos uma reflexão sobre a aplicabilidade da Matemática em diferentes contextos e sobre a importância da resolução de problemas matemáticos contextualizados (DANTE, 2009). Estudaremos as etapas da resolução de problemas (POLYA, 1995) e as estratégias autorregulatórias mobilizadas na resolução de problemas (ZIMMERMAN, 2013). É importante relatar que o programa da disciplina de Cálculo é dividido em três grandes blocos. No primeiro bloco, estudamos as funções reais de uma variável real; no segundo, o limite dessas funções e no terceiro, as derivadas dessas funções, portanto a segunda, a terceira e a quarta etapas das oficinas versam, como segue, sobre os referidos assuntos.
Segunda etapa: estudo sobre a aplicabilidade do conteúdo de funções, mediante a resolução de problemas matemáticos contextualizados, primando pelo uso de estratégias autorregulatórias.
Terceira etapa: estudo sobre a aplicabilidade do conteúdo de limites, mediante a resolução de problemas matemáticos contextualizados, primando pelo uso de estratégias autorregulatórias.
Quarta etapa: estudo sobre a aplicabilidade do conteúdo de derivadas, mediante a resolução de problemas matemáticos contextualizados, primando pelo uso de estratégias autorregulatórias.
Quinta etapa: reflexão sobre a importância do uso de estratégias autorregulatórias na resolução de problemas matemáticos contextualizados, primando pelo apontamento das aprendizagens construídas em relação ao estudo e a aplicabilidade da Matemática.

Resultados Esperados

Espera-se que os acadêmicos dos diferentes cursos de graduação, participantes do projeto, constituam um grupo de discussão, reflexão e superação das dificuldades encontradas no estudo e aprendizagem da Matemática, percebendo sua aplicabilidade em diferentes contextos e mobilizando estratégias autorregulatórias para o bom desempenho no curso de graduação.

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
AMANDA PRANKE816/10/201705/12/2017
AMELIA RODRIGUES NONTICURI416/10/201705/12/2017
CRISTIANO DA SILVA PALMA423/10/201727/11/2017
LOURDES MARIA BRAGAGNOLO FRISON416/10/201705/12/2017
SABRINA DE OLIVEIRA LIRA423/10/201727/11/2017

Página gerada em 29/11/2020 00:01:19 (consulta levou 0.048300s)