Nome do Projeto
Autorregulação em prol da Leitura e Escrita
Ênfase
ENSINO
Data inicial - Data final
02/10/2017 - 01/12/2017
Unidade de Origem
Área CNPq
Ciências Humanas - Educação
Resumo
No trabalho docente que realizamos na UFPel, convivemos, frequentemente, com situações desalentadoras como estas: nossos alunos tendem a apresentar pouco domínio sobre as habilidades de leitura e de escrita. Por outro lado, temos presente que, ao longo do percurso escolar desses alunos, há poucas oportunidades para que eles possam mudar esse quadro e tornarem-se proficientes nessas duas habilidades. Em nosso entender, há primordialmente dois fatores que funcionam como entrave na aprendizagem e que precisam ser banidos ou, pelo menos, minimizados no ensino como um todo. Primeiramente, precisamos ter classes menos numerosas e menos heterogêneas, para que haja condições de o professor fazer um trabalho adequado, apresentando ao aluno as especificidades da escrita e da leitura. Em segundo lugar, há outro fator, não muito distante do primeiro, que se refere à metodologia de trabalho. A prática de ensino, muitas vezes, não acompanha o pressuposto de que se deve criar situações de interlocução em sala de aula, para que o aluno desempenhe a atividade de leitura e escrita tendo em vista interpelar o outro e deixar-se interpelar pelo outro. Precisamos, em vista disso, inaugurar um espaço de trabalho que propicie a reflexão e esforço de nosso aluno para interagir com o outro através da linguagem escrita.

Objetivo Geral

Estabelecer um diálogo permanente com a comunidade estudantil da UFPel, no que diz respeito à leitura e à escrita de textos, através da oferta de cursos e de oficinas, que possam servir de instrumento para uma melhora em relação ao desempenho dos alunos nessas habilidades.

Justificativa

Nas considerações anteriores, destacamos o fato de haver, com frequência, poucas ocasiões propícias ao desenvolvimento das habilidades de leitura e de escrita nas instituições de ensino. Pensamos poder modificar essa constância, procurando trabalhar nesta oficina que propomos com uma dinâmica que possa conduzir o aluno a uma situação adequada de comunicação. Um segundo ponto que torna este trabalho uma ação positiva é que o projeto da oficina de leitura e escrita está voltado para alunos de diferentes cursos desta Universidade, os quais necessitam e merecem o apoio da Universidade como um todo, para que o seu trabalho, voltado para a comunidade de ensino, alcance, de forma mais efetiva, os seus objetivos.
Este projeto faz parte de um projeto de pesquisa intitulado - Dos significados à autorregulação: perspectivas de estudantes com trajetórias acadêmicas de insucesso, que é realizado junto a PRAE.

Metodologia

O projeto que aqui se propõe tem caráter interdisciplinar. As professoras ministrantes são Rejane Flor Machado (Professora/CLC) e Gleidiane Saldanha Goetzke da Rosa (Doutoranda/FaE), conta-se ainda com o apoio psicopedagógico e linguístico de toda a equipe referida no projeto. De forma mais específica, o trabalho se embasa em uma metodologia que coloca o fazer como um propulsor do conhecimento. Os participantes das oficinas serão instigados a, através das análise e escrita de textos pertencentes a diferentes gêneros, sob uma perspectiva pedagógica que se vê como adequada, possam se apropriar das especificidades desses textos, levando em conta o sentido que ali se constrói. Para isso, traremos, em caráter adjutório, conceitos como os de tema/rema, tese/argumentos, macro/microestrutura, coesão/coerência, frase/parágrafo. O corpus de análise é formado por textos da mídia e pelos textos escritos pelos alunos.

Resultados Esperados

Temos como expectativa que o desenvolvimento do trabalho aqui projetado poderá melhorar as condições dos futuros profissionais em formação. A não existência desse espaço é muitas vezes salientada por professores e alunos da comunidade universitária e apresentada como um fator negativo, uma falta nas ações de ensino. Outra expectativa que temos é que se possa formar um corpus das produções desenvolvidas nas oficinas para dar andamento a pesquisa que as professoras Lourdes Frison e Rejane Machado desenvolvem, envolvendo os temas ensino, aprendizagem, leitura, escrita e autorregulação. Este estudo poderá reverter em propostas de trabalho que melhor contemple as necessidades dos alunos, precipuamente sob a perspectiva da temática que abordamos nesta oficina.

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
AMELIA RODRIGUES NONTICURI402/10/201701/12/2017
CLEUSA MARIA DUARTE619/10/201730/11/2017
GLEDIANE SALDANHA GOETZKE DA ROSA402/10/201701/12/2017
LOURDES MARIA BRAGAGNOLO FRISON402/10/201701/12/2017
REJANE FLOR MACHADO802/10/201701/12/2017
ROSELAINE LIMA619/10/201730/11/2017

Página gerada em 28/11/2020 22:55:34 (consulta levou 0.048836s)