Nome do Projeto
Formação de recurso em Zootecnia de Precisão - ZOOPREC
Ênfase
ENSINO
Data inicial - Data final
26/04/2018 - 01/03/2019
Unidade de Origem
Área CNPq
Ciências Agrárias - Zootecnia - Ecologia dos Animais Domésticos e Etologia
Resumo
Atualmente existe uma grande preocupação com o bem estra animal, tanto na área dos pets, quando na produção no agronegócio. Nessa última área a pressão do mercado econômico tem exigido cada vez mais maior produtividade o que em geral pode conflitar com o Bem-Estar Animal (BEA) e a Bioética associada a questão. Visando buscar soluções a essa dialética os Cursos de Graduação e Pós-Graduação das IFES incluíram em seus currículos a formação em BEA. Na UFPEL os Cursos de Zootecnia (Graduação e Pós-Graduação) da FAEM possuem a abordagem da questão em disciplinas e mesmo em Linhas de Pesquisa e Grupos de Trabalho. Nesse contexto está inserido o Grupo de Zootecnia de Precisão (ZOOPREC) que dentre suas ações em ensino prevê a formação de recursos humanos capazes de interagir nesse cenário buscando a produção associada ao bem-estar através de uma zootecnia de precisão. A presente proposição prevê a regularização das ações em ensino exercidas pelo ZOOPREC na PRG, uma vez que, as mesmas já estão credenciadas na pesquisa, extensão e prestação de serviços.

Objetivo Geral

O projeto tem o objetivo geral da formação, qualificação, reciclagem e educação continuada de recursos humanos para atuar na área de Zootecnia de Precisão enfatizando o bem estar animal.

Justificativa

A pressão dos mercados consumidores por alimentos mais saudáveis, com menores concentrações de resíduos químicos e pelo maior bem-estar dos animais está fazendo com que os modelos tradicionais de produção sejam repensados em determinados aspectos. O objetivo deste trabalho foi identificar as principais linhas teóricas no contexto da Economia, que poderiam ser utilizadas para o desenvolvimento de pesquisas relacionadas ao bem-estar animal em sistemas agroindustriais. Propõe-se que a teoria neoclássica do consumidor e da firma, e a nova economia institucional, com ênfase nos custos de transação, de mensuração e no papel do ambiente institucional podem, conjuntamente, proporcionar um arcabouço teórico bastante completo para a análise da questão.
(http://www.fatece.edu.br/arquivos/arquivos%20revistas/empreendedorismo/volume3/3.pdf )
Essa pressão primeiramente na Europa e, mais recentemente, em países emergentes, por alimentos mais saudáveis, com menores concentrações de resíduos químicos e pelo maior bem-estar dos animais (BEA), está fazendo com que os modelos tradicionais de produção sejam repensados em determinados aspectos. No caso das galinhas poedeiras para a produção de ovos, por exemplo, a preocupação com as condições em que esses animais vivem nos sistemas convencionais de criação é tamanha que a União Europeia criou uma série de medidas em relação ao seu bem-estar, como a proibição do uso de gaiolas convencionais que vem sendo aplicadas desde 2006. As poedeiras, juntamente com os bezerros criados para carne de vitela e os gansos para o patê de Fois Gras, foram considerados os animais que precisavam de mudanças mais urgentes em termos de bem-estar nos sistemas de criação europeus (PASIAN; GAMEIRO, 2007).
Devido à distância entre os setores produtores e os consumidores, muitas veze, é necessário o estabelecimento de mecanismos para amenizar a assimetria de informações entre os mesmos, de modo que, o consumidor possa tomar decisões de escolha baseados em inform

Metodologia

As atividades do ZOOPREC serão realizadas semanalmente através das seguintes ações:
1) Reuniões de estudos onde ocorrerão leituras de manuais, protocolos e similares,
2) Seminários apresentados pelos Colaboradores e participantes abrangendo temas sobre bem estar animal;
3) Palestras com especialistas da área da UFPEL e de outras IFES abordando temas atuais sobre a área;
4) Elaboração de protocolos e outros produtos que possam ser utilizados nas atividades de pesquisa e extensão, assim como, prestação de serviços;
5) Redação de projetos, resumos, resenhas e outros documentos para publicação e disseminação dos conhecimentos apropriados nas atividades do ZOOPREC;
6) Outras atividades e ações compatíveis com os objetivos do presente projeto e com a política de atuação e formação do ZOOPREC.

Resultados Esperados

omo resultados espera-se que os participantes:
1) Frequentem pelo menos 75% das reuniões;
2) Sejam capazes de apropriar-se dos conhecimentos e filosofia da área tornando-se multiplicadores da área;
3) Produzam materiais para divulgação das ações do grupo permitindo a disseminação dos saberes por meios eletrônico, impresso, vídeos e, mesmo, oralidade;
4) Contribuam a expansão da área.

Em relação aos impactos espera-se que a formação inicial, requalificação ou reciclagem continuada permita o desenvolvimento de ações e posturas que auxiliem na solução da dicotomia produção x bem estra animal da melhor maneira possível oportunizando a produtividade com a qualidade, como diz a lema do grupo "Do pasto ao prato",

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
CRISTIANO HAETINGER HUBNER526/04/201801/03/2019
ERICK NUNES DA SILVA526/04/201801/03/2019
ISABEL LENZ FONSECA1026/04/201801/03/2019
ISABELLA DIAS BARBOSA SILVEIRA626/04/201801/03/2019
JERRI TEIXEIRA ZANUSSO526/04/201801/03/2019
JOANE POTTES TREBIEN526/04/201801/03/2019
LUIZ FERNANDO MINELLO526/04/201801/03/2019
MABEL MASCARENHAS WIEGAND526/04/201801/03/2019
NIEDI HAX FRANZ ZAUK526/04/201801/03/2019
RENATA ESPÍNDOLA DE MORAES1026/04/201801/03/2019
ROBERTA FARIAS SILVEIRA1026/04/201801/03/2019
RUTIÉLE NOLASCO RICKES526/04/201801/03/2019

Página gerada em 19/11/2019 18:55:37 (consulta levou 0.045647s)