Nome do Projeto
Grupo de Estudos e Pesquisa em Doença Celíaca (GEPDOC)
Ênfase
ENSINO
Data inicial - Data final
26/11/2018 - 26/11/2019
Unidade de Origem
Área CNPq
Ciências da Saúde - Nutrição
Resumo
A doença celíaca é causada por uma resposta imune intestinal inapropriada para as proteínas presentes no glúten (gliadina e glutenina) do trigo e outras proteínas presentes em cevada, centeio e aveia, por contaminação cruzada, sendo o único tratamento ser a adesão a uma dieta sem glúten por toda a vida. A doença celíaca era considerada uma doença rara, que acometia populações caucasianas, de origem européia, com sintomas clássicos em crianças desnutridas com abdômen distendido. Entretanto, os estudos de prevalência em diferentes regiões do mundo estão mudando esse entendimento, mostrando que a doença celíaca atinge 1% da população (1:100 indivíduos), em qualquer idade, em diferentes raças e povos, inclusive asiáticos. Além do mais, os sintomas podem ser extra-intestinais e assintomáticos e o não tratamento da doença poderá acarretar em um prognóstico de desenvolvimento de outras doenças autoimunes, infertilidade, tumores no intestino e até mesmo linfomas.

Objetivo Geral

Discutir artigos científicos de revistas internacionais atuais e com bom fator de impacto, a fim de promover conhecimento, troca de informações e busca de respostas e oportunidades para a pesquisa em Doença Celíaca.

Justificativa

Muitos estudos surgiram em relação a questão imunológica do glúten com o sistema do Antígeno Leucocitário Humano (HLA), a susceptibilidade genética dos portadores dos alelos HLADQ2 e HLA DQ8, a relação das doenças autoimunes e síndromes com a Doença Celíaca, o papel da zonulina na permeabilidade intestinal, o possível papel da microbiota intestinal e o microbioma no desenvolvimento da doença, além de novos alelos HLA e não HLA relacionados a susceptibilidade e surgimento da Doença Celíaca e fatores ambientais que possam desencadear a doença em indivíduos susceptíveis, enquanto outros não. Diante disso, muitas pesquisas ainda são necessárias para elucidar várias questões e o estudo de diferentes regiões do mundo são importantes para comparar essas questões de base genética e ambientais. O presente grupo de estudos visa discutir e encontrar respostas, baseadas em estudos científicos, para as pesquisas de mestrado e trabalhos de conclusão de curso que estamos realizando na Faculdade de Nutrição em relação à Doença Celíaca.

Metodologia

Serão realizados encontros semanais com duração de 2 horas, com discussão pelo grupo de artigos científicos internacionais, lidos previamente à reunião. A cada reunião será feita uma ata com os pontos mais importantes de cada artigo e ideias de projetos e parcerias que possam surgir.

Resultados Esperados

Espera-se que o grupo de estudo se consolide como linha de pesquisa dentro da Faculdade de Nutrição e que os trabalhos realizados pelo grupo sejam importantes para a pesquisa nacional e internacional, assim como contribuir para o entendimento e melhoria da qualidade de vida dos celíacos de nossa região. Além disso, são planejadas participações em eventos, com divulgação de trabalhos realizados pelo grupo, além de busca de novos métodos e parcerias de trabalho.

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
ALESSANDRA MAIA ALMEIDA326/11/201826/11/2019
BRUNA DI MURO ANTIQUEIRA326/11/201826/11/2019
CARLOS CASTILHO DE BARROS126/11/201826/11/2019
CLÉDIA SILVEIRA FLORES DA SILVA326/11/201826/11/2019
FABIANA TORMA BOTELHO126/11/201826/11/2019
GIOVANA RIBEIRO PEGORARO326/11/201826/11/2019
MÔNICA SCHIAVON DA COSTA326/11/201826/11/2019
RAISSA ZANATTA326/11/201826/11/2019

Página gerada em 19/11/2019 08:38:44 (consulta levou 0.052443s)