Nome do Projeto
Programa de Apoio à inclusão qualificada de alunos com Deficiência, Transtorno do Espectro do Autismo, Altas Habilidades e Superdotação no Ensino Superior
Ênfase
ENSINO
Data inicial - Data final
02/04/2019 - 31/12/2019
Unidade de Origem
Área CNPq
Ciências Humanas - Educação
Resumo
O presente documento apresenta o projeto intitulado “Programa de apoio à inclusão qualificada de alunos com Deficiência, Transtorno do Espectro do Autismo, Altas Habilidades e Superdotação no Ensino Superior” proposto pelo Núcleo de Acessibilidade e Inclusão, que pretende atender o previsto pela legislação no que se refere ao atendimento às necessidades das pessoas com deficiência incluídas no Ensino Superior, promovendo a superação de barreiras atitudinais, arquitetônicas, pedagógicas e curriculares, mediante Atendimento Educacional Especializado, currículos e materiais adaptados e, principalmente, tutoria no decorrer do processo de graduação, que possibilitem ao estudante avançar em suas aprendizagens sem que suas singularidades representem impeditivos.

Objetivo Geral

Propiciar o atendimento individualizado dos (as) alunos (as) que apresentam Deficiência, Transtorno do Espectro do
Autismo, Altas Habilidades e Superdotação que comprometam suas aprendizagens e seu desempenho acadêmico nos
cursos de Graduação da UFPEL.

Justificativa

O Núcleo de Acessibilidade e Inclusão, diante das demandas dos
alunos com deficiência e da legislação vigente, que prevê a inclusão qualificada dos alunos nos diferentes cursos de graduação, sentiu a necessidade da implantação do Atendimento Educacional Especializado, que dentre
outras vertentes de atuação, será responsável pela avaliação, planejamento, assessoramento e acompanhamento do
processo de inclusão. Uma das ações previstas pelo SAEE será a concessão de bolsas de tutorias, onde o tutor irá
acompanhar os alunos nas suas atividades curriculares e extracurriculares, em estudos sistematizados, uso de
laboratório de informática, utilização de Tecnologia Assistiva e auxílio na organização de uma agenda, dependendo da
necessidade educativa de cada acadêmico. Está previsto também um aluno bolsita para atendimento das necessidades
de acessibilidade através da edição de vídeos com traduções das resoluções instituicionais da língua portuguesa para
a Língua Brasileira de sinais, e outro para auxílio na transcrição e produção dos materiais em Braille para alunos com
deficiência visual.
Para o cumprimento do proposto e em atendimento ao número de alunos com Deficiência, Transtorno do Espectro do
Autismo, Altas habilidades\superdotação incluídos na instituição, serão necessários, pelo menos, 20 tutores bolsistas,
vinculados a este projeto de ensino.

Metodologia

Este projeto visa a implementação do processo de tutoria no Atendimento Educacional Especializado do Núcleo de
Acessibilidade e Inclusão.
A Seção de Atendimento Educacional Especializado (SAEE) atende alunos encaminhados pelas coordenações dos
cursos de graduação e pós-graduação que se autodeclararam em suas matrículas e aqueles, não autodeclarados, mas
que possam vir a apresentar dificuldades de aprendizagem ao longo de sua trajetória acadêmica em função das
deficiências apresentadas.
Após o primeiro contato com os coordenadores de curso, a SAEE, irá contatar os discentes para fazer uma avaliação,
que possibilite a construção de um plano de desenvolvimento individualizado para atendimento das demandas
apontadas.
O tutor auxilia os alunos nas atividades, organização de agenda, acompanhamento em sala de aula quando necessário, entre outras
funções que lhes forem determinadas, num total de 20 horas semanais. Será de responsabilidade da SAEE, a
orientação e a organização do plano de trabalho de cada tutor, além da supervisão, acompanhamento e avaliação.
Os tutores são selecionados através de seleção em edital específico.

Resultados Esperados

- Minimização das dificuldades que conduzem à reprovação.
- Desenvolvimento das atividades acadêmicas por parte dos alunos com deficiência.
- Maior proximidade com o aluno para possível identificação de problemas acadêmicos e pessoais que possam estar
interferindo na aprendizagem acadêmica e melhor desenvolvimento dos mesmos através dos mecanismos oferecidos
pela instituição, conforme prevê a legislação.

Indicadores, Metas e Resultados

Enfatiza-se a necessidade de contar com tutoria para dar conta da legislação vigente que prevê apoio ao graduando
com necessidades especiais.

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
ARIELY ROSA DOS SANTOS SILVA2017/05/201915/12/2019
CAROLINA DA MOTTA TAVARES2015/05/201915/12/2019
CAROLINE DE OLIVEIRA PRADEL BOND2017/06/201915/12/2019
ELICA DAIANA FERREIRA CARVALHO2015/05/201915/12/2019
EMILY LOPES CAETANO2002/04/201931/12/2019
ESTER DO NASCIMENTO CAETANO2015/05/201931/07/2019
FERNANDO RIBEIRO OLLE2015/05/201915/12/2019
Fabíola Peres de Souza2015/05/201915/12/2019
GABRIELA LUGOCH2015/05/201915/12/2019
GUILHERME RIBEIRO FERREIRA CARDOZO2027/05/201915/12/2019
HENRIQUE DOS SANTOS ROMEL2017/06/201915/12/2019
KIMBERLY RODRIGUES BALSE2027/05/201915/12/2019
LUANA VAHL COUSEN2027/05/201915/12/2019
LUIZA CARVALHO MATTEA2001/08/201931/12/2019
MARTA CAMPELO MACHADO2015/05/201915/12/2019
MIRIAN PEREIRA BOHRER502/04/201931/12/2019
MYLENNA CARVALHO DOS SANTOS2015/05/201915/12/2019
RICARDO LAGES RODRIGUES2027/05/201915/12/2019
RITA DE CASSIA MOREM COSSIO RODRIGUEZ502/04/201931/12/2019
ROBERTA GULARTE RODRIGUES2027/05/201915/12/2019
SHEILA BANEIRO HECK2015/05/201915/12/2019
SUSANE BARRETO ANADON1002/04/201931/12/2019
VIVIAN DE SOUZA CENTENO2027/05/201915/12/2019

Página gerada em 20/01/2021 13:12:52 (consulta levou 0.063702s)