Nome do Projeto
Conservação e restauração de obras em papel: teorias, terminologias e práticas
Ênfase
ENSINO
Data inicial - Data final
13/05/2019 - 29/11/2019
Unidade de Origem
Área CNPq
Ciências Sociais Aplicadas - Museologia
Resumo
A conservação e restauração de acervos em papel é uma das especialidades mais amplas do campo da Conservação dos bens culturais, desdobrando-se em várias tipologias de suportes, os quais têm em comum os processos de deterioração e os tratamentos neles aplicados. No curso de Conservação e Restauração da UFPel, por conta dos especialistas que ali trabalham e também da demanda das instituições locais detentoras de acervos, o mais frequente é conservar e restaura documentos, livros, fotografias e obras de arte em papel. O Laboratório de Conservação e Restauração de Papel é o espaço onde são ministradas as disciplinas do currículo do curso e, consequentemente, onde as teorias e práticas podem ser aplicadas, discutidas e reelaboradas pelos alunos. Dentro deste contexto didático pedagógico, a proposta de relacionar continuamente teorias e práticas constitui-se em uma estratégia de ensino para garantir capacitação adequada e formação consistente dos profissionais que trabalham com a preservação de bens culturais.

Objetivo Geral

Estruturar o Laboratório de Conservação e Restauração de Papel como um espaço dinâmico de ensino e aprendizagem, assim como de integração entre as teorias e práticas que embasam a conservação e restauração dos bens culturais com suporte em papel.

Justificativa

A teoria e prática, circunstanciada pelos princípios éticos da profissão do conservador-restaurador, devem necessariamente caminhar juntas. O currículo do Curso de Conservação e Restauração de Bens Culturais estrutura-se nestes princípios, de tal forma que as disciplinas de base do curso devem necessariamente desenvolver atividades práticas nos seus respectivos laboratórios. No caso do Laboratório de Conservação e Restauração de Papel, é o local onde os alunos podem associar os conteúdos teóricos e práticos trabalhados nas duas disciplinas obrigatórias optativas. Além disso, é o local onde se atende a algumas demandas das instituições locais detentoras de acervos. Dependendo da disponibilidade de materiais, é possível orientar os alunos para que realizem alguns procedimentos de conservação e restauração de alguns acervos. Tais ações permitem que os alunos adquiram experiência e segurança ao realizar os procedimentos, ao mesmo tempo que atende uma demanda importante para a preservação de acervos documentais e bibliográficos.

Metodologia

A metodologia aplicada no Laboratório de Conservação e Restauração segue as recomendações estabelecidas na área, incluindo:
1) Leituras prévias e discussões da bibliografia especializada;
2) Identificação do contextos dos acervos ou obras a serem tratadas;
3) Documentação científica, com registros fotográficos e preenchimento de ficha de diagnóstico detalhada;
4) Realização de testes e exames;
5) Definição de tratamentos a serem executados, seja na área da conservação, conservação preventiva ou restauração, considerando os materiais e equipamentos disponíveis;
6) Higienização e limpeza da obra ou acervo;
7) Realização dos procedimentos de procedimentos de conservação ou de restauração estabelecidos;
8) Registro fotográfico de todos os processos;
9) Planejamento e execução de acondicionamentos das obras, incluindo as etapas de estudo de modelos, identificação de materiais adequados e execução caixas, pastas, etc.;
10) Elaboração de diagnósticos de locais de guarda e de recomendações para adequar os locais de guarda dentro dos critério de conservação de acervos documentais e bibliográficos;
10) Elaboração de relatório final.

Estas etapas citadas podem ser realizadas em parte ou no todo, dependendo da demanda e das propostas de trabalho a serem executadas no Laboratório ou nos acervos.

Resultados Esperados

Os resultados buscados podem ser resumidos nos seguintes pontos:

- Sedimentar e complementar os conteúdos vistos nas disciplinas;
- Concatenar a teoria e a prática em Conservação e Restauração de Obras em Papel;
- Dar maior segurança aos alunos, que executam procedimentos com a orientação dos professores;
- Atender às demandas de tratamentos para a conservação de acervos com suporte papel da parte de bibliotecas e museus locais.

Indicadores, Metas e Resultados

O detalhamento dos trabalhos a serem executados serão construídos ao longo tempo previsto no projeto, na medida em que o coordenador e colaboradores recebam as demandas de bibliotecas, arquivos e museus locais ou decidam dar continuidade ao tratamentos de obras que já se encontrem no Laboratório.

A prioridade é realizar o tratamento de acervos já existentes nas unidades da UFPel, ainda que se considere realizar procedimentos em outros acervos.

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
ANA CAROLINA FERNANDES DA SILVA213/05/201929/11/2019
ANNELISE COSTA MONTONE215/05/201915/07/2019
CARLOS EDUARDO ALBÉ213/05/201929/11/2019
CAROLINA LETICIA NAGATA313/05/201929/11/2019
FERNANDA DA COSTA WACHHOLZ213/05/201929/11/2019
JOAO PAULO AMARO DE MOURA213/05/201929/11/2019
MARCIO LEANDRO FRAGA DAMACENO213/05/201929/11/2019
MARIA HIASMIM BARBOSA ARAUJO313/05/201929/11/2019
MARIANA SILVA GOMES213/05/201929/11/2019
MARINA RODRIGUES DA SILVA ALVES413/05/201929/11/2019
NATALIA CORREIA SOARES213/05/201929/11/2019
OTAVIO OLIVEIRA BOSZCZOVSKI213/05/201929/11/2019
PAULA WIENER REISSER213/05/201915/07/2019
RAQUEL FRANCA GARCIA AUGUSTIN813/05/201929/11/2019
RAQUEL FRANCA GARCIA AUGUSTIN10
RAYZA ROVEDA ATAIDES213/05/201929/11/2019
SANDRA REGINA XAVIER CAVALHEIRO213/05/201929/11/2019
SILVANA DE FATIMA BOJANOSKI213/05/201929/11/2019
TATIANI ALVES RODRIGUES DE ABREU213/05/201929/11/2019
ÉRICK PIRES DORNELES213/05/201929/11/2019

Página gerada em 15/12/2019 03:38:24 (consulta levou 0.050770s)