Nome do Projeto
VI JORNADA BRASILEIRA DE SOCIOLOGIA: MODERNIDADE E SUL GLOBAL
Ênfase
ENSINO
Data inicial - Data final
13/10/2019 - 16/10/2019
Unidade de Origem
Área CNPq
Ciências Humanas - Sociologia
Resumo
A Jornada Brasileira de Sociologia (JBS) é um evento que tem se consolidado no Programa de Pós-Graduação em Sociologia da Universidade Federal de Pelotas (UFPel) e uma de suas características é o envolvimento, na organização, de pós-doutorandas/os, doutorandas/os e mestrandas/os, juntamente com o apoio do respectivo corpo docente. Na esteira dos temas emergentes com a globalização das ciências sociais e a retomada de debates sobre a modernidade, a Jornada, em sua sexta edição, se articulará em torno do tema Modernidade e Sul Global. O evento será realizado de 09/10/2019 a 11/10/2019 no Instituto de Filosofia e Sociologia (IFISP) e no Centro de Pós-Graduação e Pesquisas em Ciências Humanas, Sociais, Sociais Aplicadas, Artes e Linguagem (CEHUS) da Universidade Federal de Pelotas (UFPel).

Objetivo Geral

As contribuições das teorias sociológicas produzidas na Europa e nos Estados Unidos pós-segunda guerra em relação a questões referentes às bases da ação, aos fundamentos da ordem e aos motores da mudança social, assim como o esclarecimento dos vínculos entre estas três dimensões, revelam constantemente sua potencialidade seja na superação de impasses da teoria sociológica clássica, seja como meio heurístico para pesquisas empíricas e diagnósticos do presente. Tal “novo movimento teórico”, no entanto, se desenvolve sobre um terreno discursivo caro ao cânone, especialmente em sua imagem da modernidade e suas consequências. De clássicos a contemporâneos, os processos de modernização se caracterizam, com diferentes ênfases e em contraste com uma suposta pré-modernidade, por processos de crescente racionalização/secularização da ação e das instituições, diferenciação/autonomização das esferas sociais, individuação crescente, separação público/privado, aceleração temporal articulada à dessubstancialização do espaço, separação cultura/natureza (cf. Tavolaro, 2017) .
A VI Jornada objetiva, em linhas gerais, trabalhar com três eixos de discussão. O primeiro abrange as críticas às teorias da modernização por meio de conceitos como subdesenvolvimento, centro-periferia, marginalidade estrutural, dependência, dominação burguesa autocrática, etc. Busca-se, portanto, dar atenção a esse primeiro momento de intenso debate entre os anos 1950 e 1970, tão importante para a complexificação da teoria social, para além dos enunciados elaborados na Europa e nos Estados Unidos, e para a institucionalização das ciências sociais latino-americanas.
A VI Jornada também reúne pesquisadores e trabalhos que visem discutir sobre os esforços mais recentes, advindos do chamado Sul Global, que considerem dinâmicas experienciais próprias e que dialoguem com as teorias sociológicas de forma a pensar sobre os novos desafios para transpor uma imagem da modernidade construída desde o Norte. Sendo assim, o

Justificativa

A realização do evento visa contribuir, através de conferências, mesas-redondas e grupos de trabalho para o debate sobre a modernidade e o sul global a partir de diferentes perspectivas, bem como na constituição de ferramentas teórico-conceituais e metodológicas que propiciem: (a) repensar os fundamentos e consequências prático-discursivos das teorias e projetos de modernização na América Latina; (b) as manifestações particulares do capitalismo contemporâneo e as alternativas emergentes no Sul Global; (c) a releitura da modernidade desde a teoria e pensamento sociais produzidos fora dos centros hegemônicos de produção do conhecimento. O evento também realizará o “Espaço do Egresso”, objetivando recuperar a história do próprio Programa de Pós-Graduação em Sociologia da UFPel mediante a participação das (os) egressas (os) através de pôsteres e comunicações.

Metodologia

O evento está dividido em seis grupos de trabalho, os quais visam abordar os objetivos do evento, além de conferências, uma mesa-redonda, a realização de duas oficinas: a) artigo científico e b) de análise de dados, além do espaço do egresso.

Resultados Esperados

Espera-se que os três dia de evento, em suas múltiplas atividades, contribuam para o debate sobre a modernidade e o sul global em suas diversas facetas através do debate e divulgação dos trabalhos nos anais do evento.

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
ALINE ELIAS LAMAS2013/10/201916/10/2019
AMÍLCAR CARDOSO VILAÇA DE FREITAS4
ANA PAULA FERREIRA D´ AVILA30
ATTILA MAGNO E SILVA BARBOSA413/10/201916/10/2019
CAMILA DELLAGNESE PRATES30
CAROLINA FREITAS DE OLIVEIRA SILVA2013/10/201916/10/2019
EDUARDO ROSA GUEDES 1013/10/201916/10/2019
ELAINE DA SILVEIRA LEITE3013/10/201916/10/2019
ESTEVAN DE FREITAS GARCIA2013/10/201916/10/2019
GEORGINA HELENA LIMA NUNES413/10/201916/10/2019
JULIO MARINHO FERREIRA1013/10/201916/10/2019
LEO PEIXOTO RODRIGUES413/10/201916/10/2019
LEONARDO TAJES FERREIRA2013/10/201916/10/2019
LUCAS TRINDADE DA SILVA30
MABIELLE PEDRA FANTI2013/10/201916/10/2019
MARA BEATRIZ NUNES GOMES2013/10/201916/10/2019
MARCUS VINICIUS SPOLLE413/10/201916/10/2019
MATHEUS LIRA BENTO1013/10/201916/10/2019
MÁXIMO ÍTALO D'ALMEIDA ATHAYDE ÁVILA2013/10/201916/10/2019
NEIDIÂNE CARDOSO DA SILVA2013/10/201916/10/2019
NIKOLAS YOSHITAKA DE OLIVEIRA KONISHI2013/10/201916/10/2019
PEDRO ALCIDES ROBERTT NIZ413/10/201916/10/2019
SANDRO ADAMS1013/10/201916/10/2019
SANDRO ARI ANDRADE DE MIRANDA2013/10/201916/10/2019
SIMONE DA SILVA RIBEIRO GOMES413/10/201916/10/2019
SÉRGIO BOTTON BARCELLOS4
WILLIAM HECTOR GOMEZ SOTO413/10/201916/10/2019

Página gerada em 30/11/2020 20:34:53 (consulta levou 0.054918s)