Nome do Projeto
PROJETO DE ENSINO PARA MONITORIA NAS DISCIPLINAS PROFISSIONALIZANTES DO CURSO DE FARMÁCIA
Ênfase
ENSINO
Data inicial - Data final
10/03/2015 - 18/12/2015
Unidade de Origem
Área CNPq
Ciências da Saúde - Farmácia
Resumo
Atualmente, atravessamos um momento de aumento das ferramentas disponíveis para transmissão de conhecimentos entre alunos e professores. Neste contexto, apesar de não ser uma opção recente, a monitoria é uma prática de grande importância nesta diversificação e descentralização da transferência de conhecimento somente pelo professor. A atual Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional (Lei nº 9.394, de 20 de dezembro de 1996), menciona e certifica a existência do monitor em seu texto normativo: “os discentes da educação superior poderão ser aproveitados em tarefas de ensino e pesquisa pelas respectivas instituições, exercendo funções de monitoria, de acordo com seu rendimento e seu plano de estudos” (Art.84). As tarefas assumidas pelos alunos monitores têm como objetivo auxiliar o docente, além de concretizar em conhecimento as informações recebidas pelos alunos e criar fundações sólidas de aprendizagem daquele que exerce a função de monitor. Nessa perspectiva, este atua como co-partícipe das propostas de ensino, quer junto a pequenos grupos, quer organizando atividades com a turma toda. Além disso, tendo características de aluno iniciante nestas ações de transmissão de informações junto aos colegas, o monitor precisa de acompanhamento pedagógico para que não repita a ação de "depositar conteúdos", repetindo a pedagogia bancária, conforme classificava Paulo Freire. Assim, a ação docente no sentido de orientação e discussão das atividades desenvolvidas pelos alunos monitores e o estabelecimento de relações entre o conteúdo estudado e as ações cotidianas é essencial para que este tipo de programa consiga atingir seus objetivos.

Objetivo Geral

Aplicar essa ferramenta da monitoria nas disciplinas de Atenção Farmacêutica, Farmacodinâmica, Farmacocinética, Farmacognosia, Química Farmacêutica, análises Hematológicas, Análises Bacteriológicas, entre outras profissionalizantes da grade curricular para aprimorar o processo de aprendizagem, impulsionando a eficiência do processo de transmissão-consolidação do conhecimento por intermédio do auxílio aos docentes e paralelo acompanhamento destes em atividades teóricas e práticas facilitadoras da integração discente as disciplinas supracitadas.

Justificativa

As mudanças ocorridas na educação superior na última década têm exigido das universidades uma postura mais ativa no sentido de acompanhar a dinâmica acadêmica, resultado direto das transformações e exigências da sociedade. A monitoria consiste numa atividade acadêmica de natureza complementar, na qual o aluno tem a oportunidade de desenvolver e ampliar os conhecimentos adquiridos na academia por meio do apoio ao docente na condução da disciplina. Estas ações vêm ao encontro do apelo da sociedade em direção a universidade, no sentido do acompanhamento e diversificação das formas de transmissão e fixação de conhecimentos. Este tipo de estratégia é prevista nos regimentos das Instituições e nos Projetos Pedagógicos Institucionais, guiados por legislação federal. O projeto de monitoria visa propiciar a interdisciplinaridade e unir teoria e prática durante as atividades desenvolvidas, auxiliando o docente, facilitando e maximizando o aprendizado dos alunos, despertando o interesse na importância da disciplina acadêmica. Além de promover o enriquecimento da vida acadêmica do educando, a atividade de monitoria possibilita, por meio da relação de cooperação existente entre docente e o aluno monitor, o aprimoramento da qualidade de ensino da disciplina, uma vez que favorece a adoção de novas metodologias de ensino, bem como impulsiona o exercício das atividades de pesquisa e extensão, permitindo uma contínua
associação entre teoria e prática. Ademais a monitoria é uma ferramenta com diversas possibilidades favorecedoras da aprendizagem. Os estudantes mais avançados auxiliam aqueles mais iniciais, buscando orientar nestes aquelas que foram, há tempo recente, suas principais dificuldades. Estas ações trazem a tona as discussões com foco em pontos importantes desse trabalho de ensino aprendizagem, promovendo a revisão periódica, por parte do professor, dos métodos e atividade desenvolvidas. As permutas de ideias e opiniões entre aluno monitor e professor também promove uma aproximação saudável na organização das disciplinas envolvidas, permitindo a valorização do aluno ao mesmo tempo em que oferece a oportunidade de reflexão do professor. Além disso, o aluno monitor com atribuição clara de importância no sucesso das metodologias aplicadas torna-se ciente das responsabilidades no processo de ensino-aprendizagem dos colegas e dele próprio. Nessa perspectiva é que se insere o projeto de monitoria no Ensino Superior: espaço de cooperação em que os educandos assumem a docência para compartilhar saberes das disciplinas juntamente com os docentes. Diferentemente de um espaço em que o aluno “mais forte ajuda o mais fraco”, explicitando que o ensinar está indissociavelmente ligado ao aprender.
Por outro lado o aluno monitor participará igualmente do importante processo de descoberta da importância das disciplinas de profissionalizantes do Curso de Farmácia e seu completo papel na formação e apropriação de uma cultura científica e prática entre os estudantes dos cursos de Farmácia, além das possibilidades de contribuição destas disciplinas para o estabelecimento de um novo modelo de prática profissional. Assim a monitoria também propicia uma reavaliação dos métodos de ensino empregados nos componentes curriculares, criando um ambiente favorável ao aperfeiçoamento das práticas desenvolvidas.

Metodologia

Entre outras ações criadas e desenvolvidas pelos monitores selecionados, podemos destacar: reuniões periódicas dos monitores com docentes para organização das atividades e discussões de dúvidas e propostas. Em seguida os monitores realizarão reuniões com os discentes das disciplinas, buscando auxiliar aqueles colegas com lacunas de entendimento com linguagem mais próxima a sua geração. Consequentemente, os monitores poderão organizar uma coleta de informações permitindo a confecção de planilhas que contenham os principais questionamentos e, a partir disto, auxiliarem a traçar ações que facilite a compreensão destes pontos. Assim, o monitor poderá servir como efetiva ponte de ligação entre docente e discente, facilitando a compreensão precoce das lacunas dos alunos e propiciando uma rápida tomada de decisão para preenchê-las. Além disso o monitor interagirão igualmente com funcionários técnicos do Curso na programação das ações práticas, integrando de forma facilitada os três eixos dentro da Universidade, aluno, professor e técnico.

Resultados Esperados

Espera-se com a aplicação deste projeto incrementar o processo ensino-aprendizagem das disciplinas profissionalizantes do Curso de Farmácia, fazendo com que os alunos aproveitem as atividades desenvolvidas de forma mais eficiente. Outra expectativa deste plano é a descentralização da capacidade de transferir conhecimento único e exclusivo do professor, gerando igualmente no aluno a responsabilidade de seu aprendizado, sempre em acompanhamento próximo ao docente. Desta forma espera-se diminuir o índice de reprovação assim como aumentar a qualidade dos conhecimentos específicos daqueles que serão aprovados.

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
CHRISTINE BERNY VÖLZ2011/05/201518/12/2015
CLAITON LEONETI LENCINA110/03/201518/12/2015
CRISTIANE LUCHESE110/03/201518/12/2015
GIANA DE PAULA COGNATO110/03/201518/12/2015
JÉSSICA POSSIGNOLLO2011/05/201518/12/2015
MARIA CRISTINA WERLANG110/03/201518/12/2015
THAÍS SCOLARI FRANCESCHI2011/05/201518/12/2015

Página gerada em 16/07/2019 12:17:06 (consulta levou 0.053101s)