Nome do Projeto
A Formação de professores para uma educação inclusiva
Ênfase
ENSINO
Data inicial - Data final
11/05/2015 - 22/12/2016
Unidade de Origem
Área CNPq
Ciências Humanas - Educação - Fundamentos da Educação
Resumo
A inclusão de pessoas com deficiências no sistema comum ou regular de ensino tem sido uma prática educacional mundialmente adotada (Camargo et al., 2014, Harrower, 1999). Enquanto promotora de uma mudança de paradigma educacional, a educação inclusiva propõe a inserção incondicional de todos os estudantes no ensino comum, sendo que a escola e a sociedade devem adaptar- se e preparar-se para atender as necessidades educacionais especiais de cada aluno. No Brasil, a Politica Nacional de Educação Especial na perspectiva da Educação Inclusiva, publicada em 2008 pelo Ministério da Educação, reforça o compromisso legal do país no atendimento educacional igualitário, preconizando assim, a aumento progressivo de estudantes com deficiência matriculados no ensino comum. No entanto, diversos estudos tem demonstrado que os professores não se sentem preparados para atender as demandas da inclusão (Bosa, 2006; Cacciari, Lima & Bernardi, 2005; Kristen, Brandt &Connie, 2003; Santa’Ana, 2005; Zuchetti, 2011). Neste sentido, percebe-se que a atuação junto ao professor, desde a sua formação inicial, é fundamental para que a inclusão escolar de estudantes com deficiência seja bem sucedida. Tal sensação de despreparo gera demandas de formação constantemente apresentadas pelos próprios alunos de graduação da UFPel às professoras da área de Educação Inclusiva da Faculdade de Educação. Buscando atender a estas demandas, através da qualificação e potencialização dos espaços já existentes nas ofertas das disciplinas (obrigatórias ou optativas nas licenciaturas da UFPel) que tratam dessa temática e frente as constatações da necessidade de formação de professores para promover uma educação verdadeiramente inclusiva no cenário nacional, propomos este projeto de ensino.

Objetivo Geral

Proporcionar aos alunos dos cursos de graduação em Pedagogia e licenciaturas da UFPEL atividades diversificadas, integradoras e complementares às disciplinas de educação inclusiva para aprimorar e qualificar a formação profissional e futura atuação no ensino inclusivo.

Justificativa

As demandas das políticas de educação inclusiva adotadas no país tem progressivamente exigido respostas da comunidade acadêmica, sobretudo no que diz respeito a formação de professores. A Faculdade de Educação da UFPel possui três professores trabalhando com a temática, atendendo as demandas não apenas do curso de Pedagogia, mas também de todas os cursos de licenciatura da UFPel, atingindo mais de 150 alunos por semestre . Percebemos, inclusive por solicitações advindas do próprio corpo discente, a necessidade de oferecer, para além das disciplinas ofertadas, atividades complementares que contribuam para o aprimoramento e qualificação do processo de ensino-aprendizagem na área da educação inclusiva. Considerando o reduzido número de professores para promover a diversificação e dinamização dos espaços de formação e o número de alunos que pretende-se atingir direta e indiretamente com a proposta, torna-se imprescindível a colaboração e auxilio de alunos bolsistas de ensino.

Metodologia

Com a participação dos bolsistas deste projeto de ensino, pretende-se elaborar, viabilizar e executar os objetivos acima propostos. Frente às diversas demandas docentes, as atividades do bolsista envolvem o auxilio imprescindível aos professores proponentes desse projeto na organização e implementação da proposta, promovendo o intercâmbio entre os alunos das diferentes turmas atendidas pelas disciplinas de educação inclusiva e demais alunos interessados. Observando a carga horária exigida, os bolsistas serão orientados periodicamente pelo coordenador e professores do projeto e participarão efetivamente de todas as etapas do mesmo, desde o planejamento até a execução, atuando como catalisadores da participação discente.
Será elaborado um cronograma de atividades ao longo da execução do projeto com as atividades a serem desenvolvidas por cada bolsista, incluindo uma avaliação periódica do impacto da proposta e necessidade de reformulações das ações pretendidas. Com o auxilio do coordenador e demais professores do projeto, os bolsistas elaborarão o relatório das atividades por eles conduzidas, apresentando-as nas atividades acadêmicas de socialização das experiências de ensino (CIC/CEC/CEG/ENPOS) ao término da proposta.

Resultados Esperados

Com a execução deste projeto de ensino, pretende-se proporcionar aos alunos envolvidos um novo espaço de qualificação profissional, atendendo as demandas das novas políticas educacionais inclusivas. Espera-se que os alunos envolvidos com a proposta possam encontrar fontes de informação, conhecimento, reflexão e instrumentalização da sua futura prática docente, atuando como multiplicadores de uma educação de qualidade para alunos com deficiências incluídos na rede regular de ensino. Busca-se proporcionar o amplo contato com diversos aspectos pertinentes à educação inclusiva, os quais não podem ser totalmente contemplados pelas disciplinas já existentes. Quanto aos bolsistas espera-se que a experiência proporcionada pela participação na execução do projeto possa fortalecer a formação acadêmica, contribuindo também para o desenvolvimento de habilidades compatíveis com a sua prática docente futura.

Indicadores, Metas e Resultados

Ressaltamos que a demanda discente referente à complementação da formação na área da educação inclusiva apresentada aos professores envolvidos no projeto é significativamente grande. Considerando que cada professor pode atender em um único semestre de uma a três disciplinas de educação inclusiva para diferentes cursos de licenciatura da UFPEL em todos os turnos, estima-se que haverá a necessidade de planejamento das atividades em turnos e horários diferentes, de modo que se possa atingir o maior número de alunos interessados. Portanto, julga-se necessário o envolvimento de três bolsistas (ou pelo menos dois) para proporcionar a adequada execução e aproveitamento do projeto.

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
ANIA PAULA MATTHIES CASTRO JANDT2010/08/201522/12/2016
CALLEB RANGEL DE OLIVEIRA217/06/201502/12/2015
CAROLINE ALVES DA SILVA217/06/201502/12/2015
CATIA LETICIA DIAS DE LIMA217/06/201502/12/2015
CRISLAINE ANICETO JARDIM BRISOLARA217/06/201502/12/2015
CÁTIA REJANE SCHEUNEMANN OSSANES217/06/201502/12/2015
DEBORA LUIZA SCHUCK JACKS3
FERNANDA KUHN BEHLING217/06/201502/12/2015
GABRIELLE LENZ DA SILVA217/06/201502/12/2015
GILSENIRA DE ALCINO RANGEL211/05/201522/12/2016
ILCA BARCELOS LEAL217/06/201502/12/2015
JANAÍNA GONÇALVES ALVES217/06/201502/12/2015
JENNIFER ANICETO JARDIM217/06/201502/12/2015
JULIANA DOS SANTOS MARTINS217/06/201502/12/2015
JÚLIA SZEZEPANSKI MONTARDO217/06/201502/12/2015
KAROLINE PEREIRA CORRÊA217/06/201502/12/2015
LILIAN ROCHA GOMES3
MADALENA KLEIN211/05/201522/12/2016
MARCIA REGINA TEIXEIRA DE OLIVEIRA217/06/201502/12/2015
MARIA LUIZA KOGLIN217/06/201502/12/2015
RAFAELA ENGRÁCIO DE OLIVEIRA217/06/201502/12/2015
RENATA OLIVEIRA CRESPO2011/05/201531/07/2015
RITA DE CASSIA MOREM COSSIO RODRIGUEZ317/06/201502/12/2015
ROBERLÂNIA PAULINO DE MOURA217/06/201502/12/2015
ROSANGELA WERNER217/06/201502/12/2015
ROSÂNGELA DA ROSA NOVACK MARQUES217/06/201502/12/2015
SIGLIA PIMENTEL HOHER CAMARGO311/05/201522/12/2016
VALÉRIA REGINA MELO MARTINS217/06/201502/12/2015

Página gerada em 23/10/2019 23:03:17 (consulta levou 0.064503s)