Nome do Projeto
Avaliação in vitro da atividade antiparasitária de óleos essenciais livres sobre ovos e adultos de Fasciola hepatica (Linnaeus, 1758)
Ênfase
PESQUISA
Data inicial - Data final
10/08/2019 - 10/08/2021
Unidade de Origem
Coordenador Atual
Área CNPq
Ciências Biológicas - Parasitologia - Helmintologia Animal
Resumo
A fasciolose tem sido muito importante para saúde animal, pois esta doença acomete animais como bovinos e ovinos, acarretando perda produtiva e prejuízos econômicos no Brasil. O objetivo deste estudo é avaliar a eficácia in vitro de óleos essenciais livres de Myrocarpus frondosus (Cabreúva), Citrus aurantium (Laranja-Azeda), Geranium sp., Cuminum cyminum (Cominho) sob as concentrações 0,25, 0,5, 0,75 e 1%. Para a realização do experimento, as formas adultas deste parasito serão retiradas diretamente do fígado de bovinos diagnosticados como positivos no exame post mortem, oriundos de abatedouros localizados do município de Pelotas. Os helmintos serão imersos em solução salina para extração dos ovos, seguida de contagem realizada através do microscópio estereoscópio e incubação com os óleos por 14 dias. Para controle positivo será utilizado o princípio ativo triclabendazol, como controle negativo água destilada e ovos, além do controle do tween. As formas adultas de Fasciola serão colocados em placas com meio RPMI, juntamente com óleos essenciais nas diferentes concentrações e observados nos tempos 0h, 3h, 6h, 12h, 15h, 18h, 21h e 24h pós-tratamento, bem como os grupos controles. Após as triagens, as fascíolas serão fixadas em formol para a realização das análises histológicas.

Objetivo Geral

Objetivos gerais


Avaliar a eficácia in vitro de óleos essenciais livres que possam apresentar atividade anti-helmíntica em ovos e adultos de Fasciola hepatica.


Objetivos específicos


• Analisar as alterações morfológicas induzidas pela ação dos óleos essenciais livres eficazes em adultos de F. hepatica;
• Analisar as alterações morfológicas induzidas pela ação dos óleos essenciais livres eficazes em ovos de F. hepatica;
• Avaliar a eficácia através da motilidade do trematódeo adulto nas leituras relizadas;
• Analisar os parasitos em cortes histológicos após o teste in vitro.

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
ALEXIA BRAUNER DE MELLO1210/08/201910/08/2021
BRUNA BACCEGA210/08/201910/08/2021
ELVIA ELENA SILVEIRA VIANNA210/08/201910/08/2021
FILIPE OBELAR MARTINS310/08/201910/08/2021
MARIA ANTONIETA MACHADO PEREIRA DA SILVA110/08/201910/08/2021
YAN WAHAST ISLABÃO210/08/201910/08/2021

Página gerada em 22/10/2021 12:19:20 (consulta levou 0.045385s)