Nome do Projeto
Educação Clássica e as Artes Liberais
Ênfase
PESQUISA
Data inicial - Data final
08/07/2019 - 08/07/2020
Unidade de Origem
Coordenador Atual
Área CNPq
Ciências Humanas - Educação - Filosofia da Educação
Resumo
A Educação Clássica ou Humanidades é como se denomina o modelo/paradigma educacional herdeiro da Paideia greco-romana, cujo significado é a formação e cultivo integral do ser humano, em sua dimensão moral e ética que visa a formação cultural do ser excelente/virtuoso, aquele que venha adquirir a “areté”, termo grego que significa mérito ou qualidade nos quais alguém é mais excelente; excelência do corpo, da alma e da inteligência. Esse paradigma Clássico compreende a educação como a mais nobre das artes no sentido que impõe formas(ideias e ideais) não sobre a matéria, como fazem outras artes(como a carpintaria e escultura) mas sobre a mente. A Educação Clássica tem como elementos constitutivos as chamadas Artes Liberais cujas origens remontam aos pitagóricos, sofistas, Aristóteles e Platão; florescendo na Alexandria do Século II e no Império Romano até desenvolver-se como metodologia de ensino da escolástica medieval e posteriormente do Século XV em diante, tornando-se ensino propedêutico para o ingresso no ensino superior. O Ensino Clássico oferece dessa forma, recursos para exercitar talentos de todos os níveis, desde a inauguração do intelecto jovem até o período de sua máxima maturidade. A esfera dos estudos clássicos estende-se desde os elementos da linguagem até as mais difíceis questões que emergem da pesquisa e da crítica literária passando pela lógica/dialética que se complementa com as quatro artes da matéria( aritmética, geometria, astronomia e música). Todas as faculdades da mente são empregadas: não só as capacidades de memória, julgamento e raciocínio como também o refinamento e a imaginação ocupam-se e são aprimorados. A partir da Modernidade o paradigma Educacional Clássico foi sendo aos poucos substituído nos países Ocidentais por uma pedagogia moderna cujos objetivos não eram mais a formação integral do homem, mas o ensino de “tudo”, a “todos”, de forma rápida, universal, como simples técnica, direcionada para formação profissional. Todavia isso não significou o abandono completo do modelo pedagógico clássicos por parte dos países Ocidentais, mas sua incorporação e modificação junto a outras metodologias. Nesse sentido, a presente pesquisa propõe-se resgatar os fundamentos e o papel da Educação Clássica e das Artes Liberais na qualificação dos processos de ensino-aprendizagem do ensino básico.

Objetivo Geral

A presente pesquisa busca analisar o paradigma Educacional Clássico e as Artes Liberais a partir do estudo dos seus fundamentos histórico-filosóficos e pedagógicos; as transformações/relações/continuidades/descontinuidades entre Educação Clássica e Educação Moderna, bem como identificar projetos educacionais que utilizam os métodos do modelo Clássico e das sete artes liberais constituídos pelo Trivium (gramática, retórica, lógica) e o Quadrivium (aritmética, geometria, astronomia e música) com vistas a avaliar as potencialidades de sua metodologia de ensino-aprendizagem para a qualificação do ensino propedêutico realizado na educação básica.

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
ANNA GABRIELLY PEREIRA SOUZA208/07/201908/07/2020
AUGUSTO GONCALVES SOUZA208/07/201908/07/2020
CARLOS ADRIANO FERRAZ208/07/201908/07/2020
RAFAEL CAVAGNOLI208/07/201908/07/2020
THIAGO COSTA PERDIGÃO208/07/201908/07/2020

Página gerada em 24/10/2021 05:28:24 (consulta levou 0.040321s)