Nome do Projeto
Desenvolvimento de uma vacina recombinantes para Leptospirose a partir da expressão de proteínas em plantas com a utilização de vetores virais.
Ênfase
PESQUISA
Data inicial - Data final
10/06/2019 - 10/12/2021
Unidade de Origem
Coordenador Atual
Área CNPq
Ciências Biológicas - Biologia Geral
Resumo
A leptospirose é uma zoonose mundialmente espalhada, a qual resulta em uma infecção sistêmica com uma alta taxa de mortalidade em países tropicais e subdesenvolvidos. Sua incidência mundial de vem crescendo ano após ano. A melhor maneira de prevenção da leptospirose é a vacinação, as vacinas atuais contra leptospirose não mudaram muito nos últimos 100 anos, estas são baseadas em preparações de células inteiras inativadas (bacterinas) ou extratos de membranas que estão ligados a vários efeitos colaterais, além disso, sua maioria é exclusivamente para uso animal. Sendo assim, as vacinas recombinantes surgem como uma estratégia para superar as limitações e prevenir com sucesso a leptospirose. Para a expressão das proteínas recombinantes pode-se utilizar a expressão em plantas e existem diversos vetores disponíveis para serem utilizados, dentre eles estão os vetores virais. Estes não se integram no genoma do hospedeiro e são caracterizados pelo seu elevado potencial de expressão, isto porque são rapidamente transmitidos entre células de plantas. Sendo assim, busca-se a expressão da região LigANI da proteína LigA de Leptospira interrogans, através do vetor viral TRBO em plantas de Nicotiana Benthamiana. A utilização da expressão desta proteína em plantas surge como uma proposta alternativa às outras formas de expressão já utilizadas, como bactérias e leveduras.

Objetivo Geral

2.1 Objetivo
Através de sistema de expressão de proteínas em plantas, obter uma nova vacina contra leptospirose capaz de induzir resposta imune protetora eficaz e de longa duração, que contribua para o controle da doença.

2.1.1 Objetivos específicos

Avaliar a expressão do vetor viral pJL-TRBO em plantas de Nicotiana benthamiana;
Caracterizar a expressão da proteína LigANI em plantas;
Caracterizar a purificação da LigANI expressa através de cromatografia;
Avaliar a capacidade de indução de resposta imunoprotetora em hamsters;
Avaliar os sinais clínicos nos órgãos analisados.

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
LUCIANA BICCA DODE1010/06/201910/12/2021
RAFAELA SILVA FORMOSO3010/06/201910/12/2021
VANESSA GALLI1010/06/201910/12/2021

Página gerada em 20/01/2021 14:29:56 (consulta levou 0.089331s)