Nome do Projeto
Ação antimicrobiana de óleo essencial de orégano associado a cobertura de amido aplicado em pescados para controle de Vibrio vulnificus e Vibrio parahaemolyticus
Ênfase
PESQUISA
Data inicial - Data final
01/07/2019 - 30/06/2021
Unidade de Origem
Coordenador Atual
Área CNPq
Ciências Agrárias - Medicina Veterinária
Resumo
O alto consumo de pescados crus e mal cozidos tornou-se uma das causas mais comuns de gastroenterite transmitida por alimentos. Vibrio parahaemolyticus e V. vulnificus estão entre as principais causas de surtos associados a pescados. Há vários métodos que podem ser utilizados para preservar a qualidade de pescados e reduzir sua contaminação por esses patógenos, no entanto, a preocupação com a segurança na adição de conservantes químicos e sintéticos vem crescendo, sendo maior a procura por mecanismos alternativos baseados no uso de compostos naturais. Os óleos essenciais vêm sendo usados como uma opção para substituir os conservantes sintéticos ou de outra origem que não naturais. O óleo essencial de orégano foi reconhecido por suas propriedades antimicrobianas e antioxidantes. Para o controle de substâncias antimicrobianas pode-se utilizar também revestimentos comestíveis com óleo essencial, podendo utilizá-los como uma forma de conservante natural em alimentos. Para isso, são necessários estudos acerca de concentração, tempo de ação e aplicação nas diferentes matrizes alimentares para controle de microrganismos patogênicos específicos, como V. vulnificus e V. parahaemolyticus, bem como verificar a aceitabilidade do produto por parte dos consumidores. O projeto tem como objetivo avaliar a atividade antimicrobiana de óleo essencial de orégano aplicado com revestimento comestível de amido em diferentes espécies de pescados frente à Vibrio vulnificus e Vibrio parahaemolyticus. A atividade antimicrobiana dos óleos essenciais será testada frente a V. parahaemolyticus e V. vulnificus através dos métodos de disco-difusão, concentração inibitória mínima e concentração bactericida mínima. A atividade antimicrobiana de revestimento de amido com o óleo frente a estas bactérias será testada em três diferentes espécies de pescados experimentalmente contaminados. Por fim, será feita análise sensorial dos pescados adicionados do revestimento.

Objetivo Geral

Geral
Avaliar a atividade antimicrobiana de óleo essencial de orégano aplicado com revestimento comestível de amido em diferentes espécies de pescados frente à Vibrio vulnificus e Vibrio parahaemolyticus.

Específicos
 Verificar a atividade antimicrobiana in vitro do óleo essencial frente a V. parahaemolyticus e V. vulnificus pelo teste de disco-difusão;
Determinar a concentração inibitória mínima (CIM) e concentração bactericida mínima (CBM) do óleo essencial de orégano frente a V. parahaemolyticus e V. vulnificus;
Avaliar a ação do óleo essencial de orégano associado à cobertura de amido frente a V. vulnificus e V. parahaemolyticus na matriz alimentar de pescados das espécies Micropogonias funieri, Netuna barba e Farfantpenaues paulensis
Testar aceitabilidade e a intenção de consumo dos pescados com adição da cobertura de amido contendo óleo essencial nas concentrações em que apresente ação antimicrobiana.

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
AMANDA BARBOSA ATRIB2001/07/201930/06/2021
DEBORA RODRIGUES SILVEIRA501/07/201930/06/2021
GREYCE SILVEIRA MELLO201/07/201930/06/2021

Página gerada em 08/12/2019 19:27:09 (consulta levou 0.071904s)