Nome do Projeto
Secagem da Madeira de Espécies de Rápido Crescimento Cultivadas no Rio Grande do Sul
Ênfase
PESQUISA
Data inicial - Data final
12/08/2019 - 23/12/2021
Unidade de Origem
Coordenador Atual
Área CNPq
Ciências Agrárias - Recursos Florestais e Engenharia Florestal - Relações Água-Madeira e Secagem
Resumo
O estoque madeireiro do Rio Grande do Sul concentra-se em povoamentos florestais de espécies exóticas de rápido crescimento, principalmente, madeiras do gênero Eucalyptus, Pinus e Acacia mearnsii. Para produção de madeira serrada a secagem é etapa determinante para agregar valor ao produto final. Neste contexto o objetivo do presente projeto é desenvolver experimentos para avaliar o comportamento da secagem natural (ao ar livre) e secagem artificial (estufa elétrica, estufa a vácuo e micro-ondas) de madeiras oriundas de povoamentos de rápido crescimento no Rio Grande do Sul. Para o desenvolvimento dos estudos serão confeccionadas amostras de madeiras oriundas de povoamentos florestais pertencentes ao Centro Agropecuário da Palma (CAP) da Universidade Federal de Pelotas (UFPel). Os estudos serão realizados no Laboratório de Secagem da Madeira (LASEMA) do Centro de Engenharias (CEng) da UFPel. A secagem natural (ao ar livre) será realizada em pátio de secagem situado junto ao LASEMA. Para secagem artificial serão utilizados estufa elétrico com circulação forçada de ar, estufa a vácuo e micro-ondas. Serão avaliados os seguintes parâmetros: taxa de secagem, defeitos de secagem e retratibilidade da madeira. Serão elaboradas curvas de secagem da madeira.

Objetivo Geral

Objetivo Geral:
Avaliar a secagem da madeira de espécies de rápido crescimento, cultivadas no Estado do Rio Grande do Sul

Objetivos Específicos

- Analisar o desempenho da secagem natural (ao ar livre) e artificial (estufa elétrica, estufa a vácuo e micro-ondas) de madeiras;
- Elaborar as curvas de secagem para as espécies estudada;
- Determinar as taxas de secagem das madeiras;
- Avaliar a qualidade da madeira submetida ao processo de secagem, a partir da incidência de defeitos de secagem;
- Avaliar a influência da secagem na retratibilidade das madeiras estudadas.



Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
CINTIA BOLDT SOUZA212/08/201923/12/2021
ERIKA DA SILVA FERREIRA212/08/201923/12/2021
FELIPE DOS SANTOS CARDOSO412/08/201923/12/2021
GABRIEL ANTUNEZ BRAZ412/08/201923/12/2021
MARCOS THEODORO MULLER412/08/201923/12/2021
MAYARA DE OLIVEIRA ALVES BRANCO412/08/201923/12/2021
MERIELEN DE CARVALHO LOPES412/08/201923/12/2021
ROBERTO SOARES MACHADO412/08/201923/12/2021

Página gerada em 20/11/2019 22:51:14 (consulta levou 0.078290s)