Nome do Projeto
Arqueologia na Tríplice Fronteira: O Povoamento Original do Sul do Brasil
Ênfase
PESQUISA
Data inicial - Data final
12/07/2019 - 31/12/2021
Unidade de Origem
Coordenador Atual
Área CNPq
Ciências Humanas - Arqueologia - Arqueologia Pré-Histórica
Resumo
O Projeto “Povoamento Original do Sul do Brasil: Arqueologia na Tríplice Fronteira” tem por objetivo compreender o processo de colonização inicial do Rio Grande do Sul pelas populações caçadoras e coletoras na transição Pleistoceno-Holoceno (entre 12.000 e 9.000 anos AP). Entre as décadas de 1960 e 1970 foram encontrados nos contextos sedimentares do médio rio Uruguai artefatos arqueológicos em associação a ossos de megafauna pleistocênica extinta (Miller, 1969, 1976, 1987). Fato inédito até então para o sul do Brasil, isto justificou a implantação do Programa Internacional de Pesquisas Paleoindígenas (PROPA), custeado pela National Geographic Society e Smithsonian Institution (Washington, D.C.) e destinado a estudar os sítios iniciais do povoamento do cone sul do continente sulamericano. Uma série de datações radiocarbônicas foram realizadas a partir deste projeto indicando que o povoamento inicial do território rio-grandense teria se dado entre 12.700 e 10.800 anos AP. Tais sítios, localizados nos municípios de Uruguaiana, Alegrete, Santana do Livramento e Quaraí, possuem indústrias líticas com características tecnológicas que apontam para uma unidade cultural entre os contextos brasileiros e os primeiros povoadores pré-históricos do Uruguai e da Argentina. As recentes decobertas nos países vizinhos reacendem as dúvidas acerca da natureza sedimentar dos sítios gaúchos e seus contextos culturais, conferindo à arqueologia da região do extremo sul do Brasil contornos de incerteza. Portanto, necessária é a retomada das pesquisas na área buscando uma abordagem integrada, principalmente, às pesquisas que vêm sendo realizadas de forma continuada no território uruguaio. A retomada dos principais sítios escavados pelo PROPA, a partir de cortes estratigráficos pontuais e coleta de amostras para definição de cronologias através de técnicas modernas, associada ao mapeamento georeferenciado e à análise geoarqueológica para posicionamento dos contextos culturais e paleontológicos na estratigrafia regional é do que trata o escopo da presente proposta.

Objetivo Geral

O objetivo geral desta proposta é a caracterização do povoamento do sul do Brasil em contexto com as regiões Norte e Nordeste dos países vizinhos como Argentina e, em especial, o Uruguai, onde pesquisas recentes com técnicas modernas de análise e interpretação têm oferecido cronologias contextos culturais de grande antiguidade.
De forma esquemática os objetivos específicos são:
1) Prospectar novos sítios de caçadores coletores na região do médio Rio Uruguai;
2) Realizar novas escavações no sítio Milton Almeida, em função da sua relevância cronológica e considerável grau de preservação evidenciados pelos trabalhos de sondagem de Vidal (2018, 2019).
3) Estabelecer cronologias seguras para os principais sítios conhecidos no Arroio Touro Passo através de técnicas modernas de datação das amostras e calibração dos resultados;
4) Caracterizar a sequência estratigráfica e a contextualização cultural das indústrias líticas locais;
5) Estabelecer um modelo para a gênese do processo de povoamento e dispersão dos caçadores coletores no extremo Sul do Brasil.

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
ALINE DE CASTRO SANCHEZ2001/08/202131/01/2022
ALINE DE CASTRO SANCHEZ212/07/201931/12/2021
DIONE CLEI NUNES DUARTE212/07/201931/12/2021
JEFFERSON FOSTER DA SILVA212/07/201931/12/2021
ÍTALO MARQUES DE CASTRO2001/02/202231/08/2022

Fontes Financiadoras

Sigla / NomeValorAdministrador
CAPES/PROAPR$ 1.540,00

Página gerada em 25/06/2024 15:30:28 (consulta levou 0.057422s)