Nome do Projeto
Efeito do Bacillus toyonensis, Sacharomyces boulardii e Lactobacillus casei na modulação da resposta imune vacinal e microbiota
Ênfase
PESQUISA
Data inicial - Data final
01/09/2019 - 01/09/2022
Unidade de Origem
Coordenador Atual
Área CNPq
Ciências Biológicas - Microbiologia
Resumo
Probióticos são micro-organismos vivos que quando administrados em quantidades adequadas produzem efeitos benéficos no hospedeiro. Os probióticos modulam a resposta imune, potencializando a resposta do hospedeiro, o que abre uma nova perspectiva de sua utilização. Bacillus toyonensis é uma cepa não patogênica, que é utilizado como probiótico. Pesquisas vêm sendo realizadas buscando estudar o efeito modulador de probióticos na resposta imune vacinal de animais suplementados. O objetivo do projeto é avaliar o menor intervalo de tempo do efeito imunomodulador de Bacillus toyonensis, Sacharomyces boulardii e Lactobacillus casei em camundongos vacinados com a glicoproteína D de Herpesvírus bovino tipo 5. Serão utilizados neste experimento camundongos (Mus musculus) da linhagem Balb/c divididos em 10 grupos experimentais de 10 animais cada. Estes animais estarão subdivididos, sendo que 3 grupos receberão suplementação alimentar com B. toyonensis, 3 grupos receberão suplementação alimentar com S. boulardii, 3 grupos receberão suplementação alimentar com L. casei, e o último grupo não receberá suplementação alimentar e será utilizado como controle negativo. Dentro dos grupos que recebem o mesmo microrganismo probiótico, cada um dos três receberá um tempo de suplementação diferente, sendo 24, 48 e 72 horas antes da vacinação. Os animais de todos os grupos receberão duas doses de rgD com intervalo de 21 dias entre elas. Ao fim do experimento, 42 dias após a primeira dose da vacina, os animais serão submetidos a eutanásia para o processo de esplenectomia com o objetivo de realizar cultivo de esplenócitos, remoção de linfonodos mesentéricos e inguinais e intestino para análises histológicas e punção de macrófagos peritoneais. A resposta imune humoral será avaliada através da técnica de ensaio imunoenzimático (ELISA) utilizando soros dos animais, coletados a cada 7 dias. A resposta imune celular será avaliada pela técnica de PCR em tempo real (qPCR) através da quantificação da expressão relativa de genes de citocinas, fatores de transcrição e receptores.

Objetivo Geral

Objetivo geral:
Avaliar o intervalo mínimo de tempo do efeito imunomodulador de Bacillus toyonensis Saccharomyces boulardii e Lactobacillus casei em camundongos vacinados com a glicoproteína D de Herpesvírus bovino tipo 5 e relacionar este efeito com a microbiota intestinal.
Objetivos específicos:
• Avaliar o efeito de Bacillus toyonesis, Sacharomyces boulardii e Lactobacillus casei sobre a resposta humoral (IgG anti-rgD específica e isotipos IgG1 e IgG2) de camundongos vacinados com glicoproteína D recombinante de Herpesvírus bovino tipo 5, nos diferentes intervalos de tempo;
• Avaliar o efeito imunomodulador de Bacillus toyonensis, S. boulardii e L. casei através da produção de citocinas do padrão Th1 (IFN-γ, IL-12), Th2 (IL-4, IL-13, IL-15), Threg (IL-10) e Th17 (IL-17), além de fatores de transcrição e diferenciação e receptores envolvidos na modulação da respotas imune, de camundongos vacinados com glicoproteína D recombinante de Herpesvírus bovino tipo 5 nos diferentes intervalos de tempo.
• Estudar o papel e atividade dos probióticos na microbiota.

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
ANGELA MARIA FIORENTINI101/09/201901/09/2022
FRANCISCO DENIS SOUZA SANTOS101/09/201901/09/2022
LUCAS REICHERT MAUBRIGADES101/09/201901/09/2022
MARCELO DE LIMA101/09/201901/09/2022
NEIDA LUCIA CONRAD101/09/201901/09/2022
PEDRO MACHADO MEDEIROS DE ALBUQUERQUE101/09/201901/09/2022
RENAN EUGÊNIO ARAUJO PIRAINE101/09/201901/09/2022
VITÓRIA SEQUEIRA GONÇALVES1001/09/201901/09/2022

Página gerada em 14/11/2019 07:25:26 (consulta levou 0.072419s)