Nome do Projeto
CONTAMINAÇÃO DE PRAÇAS DE RECREAÇÃO E ENTORNO DE ESCOLAS MUNICIPAIS DA MICRORREGIÃO DE PELOTAS, POR PARASITOS COM POTENCIAL ZOONÓTICO
Ênfase
PESQUISA
Data inicial - Data final
01/03/2020 - 28/02/2022
Unidade de Origem
Coordenador Atual
Área CNPq
Ciências Agrárias - Medicina Veterinária
Resumo
Cães e gatos são os animais domésticos que mais convivem com o homem e esta relação promove uma série de benefícios físicos e emocionais. No entanto, essa relação não se resume somente ao ambiente domiciliar, pois esses animais também são frequentadores de espaços públicos, como praças, praias e também áreas próximas a escolas. O ambiente contaminado por ovos e larvas de helmintos e cistos e oocistos de protozoários, liberados através das fezes de cães e gatos parasitados, constitui uma importante fonte de infecção para os humanos, sendo as crianças em idade pré escolar, por apresentarem hábitos geofágicos e onicofágicos, mais suscetíveis a infecção. Este trabalho tem como objetivo, determinar a frequência de ovos de helmintos e cistos de Giardia spp., presentes em amostras fecais de cães, em área de recreação e no entorno de escolas municipais de ensino infantil e fundamental, localizadas na microrregião de Pelotas, RS, Brasil, composta pelos municípios de Pelotas, Capão do Leão, Canguçu, Cerrito, Pedro Osório, Turuçu, Amaral Ferrador, São Lourenço do Sul e Cristal. As amostras serão analisadas através das seguintes técnicas coproparasitológica: Willis-Molay (1921), que consiste na flutuação de ovos leves de helmintos em solução hipersaturada; Faust (1938), técnica de centrifugo flutuação em solução de sulfato de zinco a 33%, utilizada para pesquisa de cistos de Giardia spp. e oocistos; técnica de Hoffmann, Pons e Janer (1934), que utiliza o princípio da sedimentação espontânea, para pesquisa de ovos pesados, como dos cestódeos e trematódeos. Através deste estudo, pretende-se mensurar a frequência de contaminação ambiental por parasitos com potencial zoonótico em locais frequentados por crianças, como o solo de praças de recreação das escolas e também no entorno destas. Para conhecimento dos responsáveis, os resultados serão devolvidos as escolas, através de um relatório. Serão informados meios de prevenção da contaminação ambiental por formas parasitárias. Também serão preparadas palestras e material educativo como folders e panfletos para fins didáticos, abordando temáticas referentes a prevenção e controle dos principais parasitos que podem acometer cães e gatos e também o homem. Este material será fundamentado em desenhos, conceitos e maneiras de prevenção dos parasitos que ocorrem nas escolas. Também serão realizadas oficinas nas escolas abordando os cuidados com os animais de companhia.

Objetivo Geral

Objetivo geral
- Investigar a prevalência da contaminação de áreas de recreação e entorno de escolas municipais da microrregião de Pelotas, RS, por ovos e larvas de helmintos com potencial zoonótico e cistos de Giardia sp.
Objetivos específicos
- Investigar a prevalência da contaminação por ovos de Toxocarideos;
- Investigar a prevalência da contaminação por ovos e larvas Ancilostomideos;
- Investigar a prevalência da contaminação por cistos de Giardia sp.

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
ALEXSANDER FERRAZ801/03/202028/02/2022
BRUNO CABRAL CHAGAS101/03/202028/02/2022
CAMILA MOURA DE LIMA101/03/202028/02/2022
DIEGO MOSCARELLI PINTO101/03/202028/02/2022
EDUARDA MACHADO DOS SANTOS101/03/202028/02/2022
EUGÊNIA TAVARES BARWALDT401/03/202028/02/2022
FABIO RAPHAEL PASCOTI BRUHN101/03/202028/02/2022
LEANDRO QUINTANA NIZOLI101/03/202028/02/2022
RISCIELA SALARDI ALVES DE BRITO101/03/202028/02/2022
WILLIAM JAMES DOMINGUES AZÁRIO101/03/202028/02/2022
WILLIAM JAMES DOMINGUES AZÁRIO101/03/202028/02/2022

Página gerada em 20/04/2024 20:13:38 (consulta levou 0.062378s)