Nome do Projeto
DESENVOLVIMENTO DE PROCEDIMENTOS EM EXPERIMENTAIS PARA SÍNTESE DE DERIVADOS CARBONILÍCOS VIA QUÍMICA LIMPA
Ênfase
PESQUISA
Data inicial - Data final
01/11/2008 - 02/11/2014
Unidade de Origem
Resumo
O desenvolvimento de tecnologia limpa é o foco do projeto. O objetivo do projeto é a preparação dos compostos orgânicos: chalconas, pirazolinas, dihidropirimidinonas(thionas) e 1,4-diidropiridinas via química verde, onde o ultra-som será ferramenta principal a ser empregado para acelerar essas reações. Em relação aos produtos desejados, além de serem clássicos, são de importante apelo na comunidade cientifica, devido ao comprovado número de publicações em vários campos da ciência referidas à esses compostos, como na química medicinal. Dentro da química orgânica, em muitos casos, os procedimentos experimentais existentes para a preparação desses compostos, são processos que geram resíduos indesejáveis para o meio ambiente, principalmente em larga escala. O projeto não incluirá experimentos de atividade biológica em humanos ou animais. É importante salientar que o desenvolvimento de tecnologia limpa em síntese orgânica é uma tendência mundial.1-8 O tema de estudo, além de ser inovador, é uma necessidade no aspecto de desenvolvimento sustentável. A importância dessa linha de pesquisa é clara e carece de expansão. Dentro de nossas intenções gerais, pretende-se desenvolver metodologias limpas, que poderão ser estendidas, inclusive como procedimentos alternativos em disciplinas de química orgânica experimental para cursos de graduação.

Objetivo Geral

7. OBJETIVOS GERAIS

Nos últimos anos, o apelo ambiental tem sido uma constante em vários ramos da ciência. Em especial na química orgânica, vários estudos tem sido dedicados a desenvolver processos que diminuam a demanda de solventes orgânicos no planeta, além de sugerir metodologias sintéticas alternativas, que substituam reagentes tóxicos por outras substância de baixa toxicidade, minimizando assim o impacto ambiental. Aqui estão estabelecidos os objetivos de nossa proposta que seguirá o plano de trabalho: (A) Desenvolvimento de metodologias sintéticas visando a preparação de uma gama de compostos orgânicos (Esquema Geral), empregando energias alternativas em condições não agressivas ao meio ambiente, como reações sem solvente ou em fase aquosa, com aplicação ou não de meios promotores, como irradiação de ultra-som; (B) Oferecer à alunos de graduação e pós graduação, o conhecimento teórico e prático de nossos estudos na química orgânica, proporcionando assim, a chance de um aprendizado científico dentro dos moldes da química verde; (C) Formação de especialistas em química verde dentro do estado do Rio Grande do Sul;

8. JUSTIFICATIVAS

(I) Desenvolvimento de procedimentos experimentais que viabilizam a preparação de compostos orgânicos, empregando condições reacionais de química limpa.
(II) Tema de pesquisa de caráter inovador dentro da química, sendo inclusive, objeto de estudo de recentes revisões. 1-8, 14-16
(III) Necessidade de criação de um centro de estudo de química verde dentro do Brasil.
(IV) Apesar de existirem algumas metodologias que empregam o uso de ultra-som para preparação de compostos que são conhecidos, como as chalconas, o que pretendemos é optimizar as metogologias para três núcleos em especial: as dihidropirimidinonas, as pirazolinas e as 1,4-dihidropiridinas. Em relação a síntese das dihidropirimidinonas e 1,4-dihidripiridinas, pretendemos ainda estender nossos estudos na investigação de catalisadores e (ou) mediadores alternativos para essas reações.

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
5
5
5
20
20
20
20
VANDERLEIA SINHOR501/03/201131/12/2013

Fontes Financiadoras

Sigla / NomeValorAdministrador
Outros organismos nacionaisR$ 0,00
CEPEMA/USP (CENTRO DE CAPACITAÇÃO E PESQUISA EM MEIO AMBIENTE, Universidade de São Paulo)R$ 0,00

Página gerada em 13/12/2018 11:24:13 (consulta levou 0.069261s)