Nome do Projeto
Territórios negros na região central e na região das antigas charqueadas do RS: fluxos de memórias e fronteiras étnicas em uma perspectiva comparativa
Ênfase
PESQUISA
Data inicial - Data final
12/04/2010 - 31/12/2015
Unidade de Origem
Coordenador Atual
Área CNPq
Ciências Humanas - Antropologia - Antropologia das Populações Afro-Brasileiras
Resumo
Pretende-se aprofundar o estudo das comunidades negras rurais situadas nas imediações do Rio São Sepé, municípios de São Sepé e Formigueiro, as quais já foram abordadas no projeto de doutoramento da proponente. Ao mesmo tempo, realizar etnografias aprofundadas em comunidades negras rurais situadas na Serra dos Tapes, região das antigas charqueadas (municípios de Canguçu, São Lourenço, Piratini, Pelotas, dentre outros). Esta perspectiva comparativa se justifica em razão dos contextos possuírem algumas especificidades históricas, mas ao mesmo tempo, muitas similitudes, especialmente o fato de ambos terem sido impactados pelas políticas de colonização empreendidas desde meados do século XIX, o que impactou sobremaneira as condições de territorialização das comunidades negras, hoje em processo de auto-identificação como remanescentes de quilombos. A intenção é analisar em que medida o caráter das fronteiras étnicas e a inserção em cadeias sociotécnicas diferenciadas impactam nos processos de (dês)territorialização destas comunidades e nos mecanismos de codificação da memória da ancestralidade escrava, a qual geralmente é acionada como mecanismo legitimador da ocupação da terra. Metodologicamente, buscar-se-á proceder à conjugação entre coleta de relatos biográficos, anotações de dados orais relativos à genealogias e à ocupação e usos da terra com pesquisa documental em arquivos. A finalidade é, em conjunto com outros profissionais da instituição que também trabalham com a temática (área da Arqueologia da Escravidão), constituir um amplo acervo eletrônico de dados verbais, documentais e visuais sobre escravidão e estrutura fundiária na região, o qual subsidiará outros projetos de pesquisa e/ou intervenção social.

Objetivo Geral

a) Estudar as modalidades de consolidação territorial e as estratégias de reprodução e de resistência à desterritorialização, empreendidas no transcorrer do tempo por parte das comunidades negras rurais situadas na região central e na região das antigas charqueadas do estado do RS, atentando para as singularidades, e ao mesmo tempo, para as similitudes existentes entre estes distintos contextos.
b) Constituir um campo sólido de pesquisa sobre Território, Memória e Etnicidade, relacionado especialmente aos estudos afrobrasileiros, no âmbito do Curso de Graduação em Antropologia da UFPel, que encontra-se em consolidação, e possíveis Programas de Pós-graduação que a proponente vir a se vincular.

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
3
3
4
4
4
4
4
4
4
4
4
6
8
16
16
16
ERIKA COLLISCHONN101/08/201331/07/2014
RICARDO BRANDOLT DE JESUS1201/08/201331/07/2014

Fontes Financiadoras

Sigla / NomeValorAdministrador
CAPESR$ 0,00

Página gerada em 14/11/2019 19:40:07 (consulta levou 0.080367s)