Nome do Projeto
CARACTERIZAÇÃO FISICO-QUÍMICA E AVALIAÇÃO BIOLÓGICA DA CASTANHA-DO-BRASIL (Bertholletia excelsa)
Ênfase
PESQUISA
Data inicial - Data final
03/07/2011 - 03/07/2014
Unidade de Origem
Área CNPq
Ciências Agrárias - Ciência e Tecnologia de Alimentos - Ciência de Alimentos
Resumo
No Amapá, encontra-se uma diversidade de produtos alimentares, dentre eles a Castanha-do-Brasil (Bertholletia excelsa). Segundo o IBGE (2003), a produção brasileira atingiu 24.895 toneladas, sendo a maior produção observada no Amazonas (9.680 toneladas), seguido do Acre (5.661 toneladas) e do Pará (5.361 toneladas). No Amapá, a produção foi de 1.048 toneladas, com a maior produção registrada na região sul do Amapá, nos municípios de Mazagão, Laranjal do Jari e Vitória do Jari, onde se tem a maior produção de Castanha-do-Brasil do estado. A castanha é muito rica em gordura, alem disto esta oleaginosa possui um elevado valor energético e constitui uma ótima base protéica, com excelentes constituintes indispensáveis à nutrição humana. O reconhecimento das propriedades na Castanha-do-Brasil (Bertholletia excelsa) até então relatadas, a qualificam como um alimento a ser estudado sob o ponto de vista físico-químico. Com isto oobjetivo deste estudo foi de identificar as propriedades mais específicas apresentadas por seus nutrientes e de posse deste conhecimento, identificar os possíveis efeitos biológicos apresentados por ratos da linhagem Wistar (Rattus Norvegivus), alimentados com dietas à base de Castanha-do-Brasil (Bertholletia excelsa). As amêndoas da Castanha-do-Brasil (Bertholletia excelsa), safra 2010 e 2011, serão adquiridas da Cooperativa Mista dos Produtores Agroextrativistas da Reserva do Rio Jarí – COMAJA, Município do Laranjal do Jarí no Estado do Amapá. Serão realizadas análises da amendôa e torta da castanha quanto ao teor de proteínas, fibras, cinzas, carboidratos, umidade, lipídeos, selênio e de energia bruta. O óleo da amendôa será extraido por prensagem, e analisado quanto a densidade, índice de refração, índice de peróxido, ácido tiobarbitúrico, acidez, índice de saponificação, fenóis totais, carotenóides, tocoferóis e composição em ácidos graxos. O ensaio biológico constará de um experimento, onde será utilizado como modelo biológico, ratos machos recém desmamados da linhagem Wistar (Rattus norvegicus). No experimento serão utilizados 60 ratos machos desmamados aos 21 dias, aos quais serão ofertadas diferentes dietas, algumas contendo óleo e torta da castanha. Serão realizadas análises de sanguem fígado, excreta, peso corporal, digestibilidade aparente, coeficiente de eficácia alimentar e análises e histológicas dos órgãos. resultados serão tabelados no software Excel da Microsoft Office 2006 e avaliados estatisticamente segundo a análise de média aritmética e desvio padrão. Os valores serão avaliados estatisticamente por análise de variância (ANOVA) e será aplicado teste de Tukey-Kramer, para a verificação da existência de diferenças estatísticas entre as médias, com nível de significância de 0,05 para as variáveis analisadas. Para as análises dos dados se utilizará o software Statística for Windows versão 7.0

Objetivo Geral

Caracterizar físicoquimicamente, com enfase na composição fitoquimica, a Castanha-do-Brasil (Bertholletia excelsa), e identificar os possíveis efeitos biológicos apresentados por ratos da linhagem Wistar (Rattus Norvegivus), alimentados com dietas à base de Castanha-do-Brasil (Bertholletia excelsa).

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
20

Fontes Financiadoras

Sigla / NomeValorAdministrador
CAPESR$ 2.600,00

Página gerada em 17/12/2018 03:08:46 (consulta levou 0.081919s)