Nome do Projeto
ACERVOS IMAGÉTICOS CIRCUNSTANCIADOS: VÍNCULOS ENTRE VALORAÇÃO E IDENTIDADE ARTÍSTICAS
Ênfase
PESQUISA
Data inicial - Data final
26/09/2011 - 27/12/2014
Unidade de Origem
Resumo
Em diferentes circunstâncias, o valor artístico foi definido como algo intrínseco a seletos objetos portadores de imagem; algo extemporâneo, digno de atenção e preservação. Entretanto, os processos de valorização, revalorização, ou de depreciação e abandono não se definem em grande medida pelo protagonismo dos objetos, mas por um conjunto nem sempre reconhecido de fatores. Este projeto tenta apontar condições conceituais, interpretativas e estéticas, mas também políticas, econômicas e sociais, segundo as quais são formados acervos imagéticos. Em diferentes circunstâncias, tais acervos são definidos e colecionados, seja no dito Mundo Antigo e em outras sociedades não industrializadas de diversas latitudes e cronologias, seja em sistemas marcados por modos de produção hierarquizados, como o nosso. Os processos de indexação de objetos portadores de imagem a um corpus de obras notáveis são grandemente derivados de genealogias de artistas que definem, pela atribuição, o lugar dos objetos numa escala de valor simbólica e documental, mas também apreciativa e, consequentemente, econômica.

Objetivo Geral

Com o objetivo principal de reconhecer os vínculos estabelecidos entre a valorização artística das obras e a identidade dos artistas, por meio do estudo das circunstâncias de produção e apreciação, o projeto terá necessariamente uma série de frentes de pesquisa que visam dar conta dos seguintes objetivos específicos:
a) Reconhecer referenciais iconográficos e simbólicos mediante o estudo da recepção de objetos portadores de imagem, de suas eventuais encomendas, ou da reapropriação de seus elementos figurativos por épocas e grupos humanos distintos.
b) Promover análises comparativas de processos de figuração e significação, reelaboração de modelos e esquemas, versões plásticas de narrativas literárias e vice-versa, ou ressurgência de signos abandonados, considerando as peculiaridades de cada circunstância e os limites de cada cotejo.
c) Rever atribuições reconsiderando as histórias de estilos individuais sob critérios que não se limitam aos pormenores característicos da “caligrafia” dos artistas. Ultrapassar o meramente operacional, ou gestual, considerando as condições circunstanciais, iconográficas e tecnológicas nas quais os objetos portadores de imagem se encontram envolvidos.

Métodos:
O presente projeto está vinculado às ciências humanas enquanto esforço descritivo, analítico e interpretativo de natureza transdisciplinar. Por este motivo, se apropria de abordagens típicas da história da arte, da estética, da iconografia, da peritagem de obras de arte, da antropologia, da arqueologia e de estudos interdisciplinares envolvidos com as questões patrimoniais e da memória social.
De modo amplo, o esforço metodológico será encaminhado por uma aproximação com temas de interesse do projeto, inicialmente em leituras introdutórias aos três objetivos específicos; o que preparará os participantes para o levantamento de objetos portadores de imagens; e para as análises destes objetos segundo os interesses do projeto; condições fundamentais à interpretação decorrente do estudo. Após tal esforço, um período de elaboração de textos destinados à publicação científica e à divulgação servirá de encerramento aos 39 meses de atividades.

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
1
2
4
4
4
4
4
4
4
4
4

Fontes Financiadoras

Sigla / NomeValorAdministrador
Recursos própriosR$ 0,00

Página gerada em 17/06/2019 06:32:07 (consulta levou 0.074705s)