Nome do Projeto
Marmorabilia: Inventário da Memória Tumular do Rio Grande do Sul: Cemitérios São José (Porto Alegre) e Cemitério da Santa Casa de Misericórdia (Pelotas)
Ênfase
PESQUISA
Data inicial - Data final
15/12/2011 - 16/07/2015
Unidade de Origem
Coordenador Atual
Resumo
Este projeto de pesquisa investiga o impacto das transformações ocorridas nos cemitérios São José I e II de Porto Alegre e no cemitério da Santa Casa de Misericórdia de Pelotas para a arte funerária do Rio Grande do Sul. Os acervos destes cemitérios foram descaracterizados pela ação do tempo, vandalismo e descaso, o que resultou na remoção parcial ou total de túmulos e na perda de uma memória individual e coletiva. A investigação procura localizar obras importantes na história das marmorarias gaúchas e diagnosticar a situação atual destes acervos funerários, bem como inventariá-los.

Objetivo Geral

Analisar as mudanças ocorridas em acervos funerários ameaçados de desaparecimento, a fim de proteger seus monumentos.
Apresentar a importância dos cemitérios para memória social da cidade;
Exemplificar cemitérios como bens patrimoniais mundiais;
Investigar a mudança de costumes relativa ao sepultamento e a opção pelo túmulo simplificado;
Inventariar o acervo tumular dos Cemitérios São José de Porto Alegre e do Cemitério da Santa Casa de Pelotas;
Localizar e identificar obras de marmorarias gaúchas (Casa Aloys, Lonardi, Barsanti, Santos Sobrinho, Giusti);
Diagnosticar os principais problemas que acometem as necrópoles deste estudo;
Levantar e discutir a legislação disponível que possa amparar a preservação de cemitérios;
Propor possíveis soluções para proteção e salvaguarda dos acervos funerários por meio da educação patrimonial e de ações efetivas junto ao poder público;

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
04
04
04
04
04
04
04
04
04
04
04
04
04
04
04
04
40
40

Página gerada em 29/10/2020 06:23:30 (consulta levou 0.087045s)