Nome do Projeto
A testosterona como indicador da idade, condição sexual e mudança de cor na plumagem e pele em Coscoroba e carqueja-de-bico-manchado; duas espécies de aves aquáticas sem dimorfismo sexual aparente.
Ênfase
PESQUISA
Data inicial - Data final
05/03/2011 - 05/03/2015
Unidade de Origem
Área CNPq
Ciências Agrárias - Medicina Veterinária - Reprodução Animal
Resumo
Os hormônios esteróides como a testosterona (T), influenciam ou regulam o desenvolvimento ou a expressão de características fisiológicas, morfológicas e comportamentais em aves que estão intimamente relacionados com o sexo masculino. As fêmeas também possuem T só que normalmente em uma concentração bem menor. Outras variações relatadas em machos foram na magnitude dos níveis individuais em determinadas épocas do ano, ou seja, mais elevados durante a estação reprodutiva e menor fora dela, e também entre populações e espécies. Uma variação morfológica associada a testosterona é o aumento da coloração em machos na época de reprodução. Mas isso é bem documentado somente em espécies de aves com dimorfismo sexual aparente e também em animais adultos jovens. Para aves sem dimorfismo sexual como o Coscoroba (Coscoroba coscoroba) e a carqueja-de-bico-manchado (Fulica armillata), não se sabe se há uma mudança diferencial entre sexos para os níveis de T em determinadas épocas do ano, como no período reprodutivo, ou em diferentes estágios de sua vida, como em jovens e adultos, e nem como essa possível mudança se manifesta fenotipicamente. As duas espécies são aquáticas e nidificam no Rio Grande do Sul, tanto nos banhados como na Reserva do Taim como nas lavouras de arroz. A escolha dessas duas aves se deve ao fato do pouco conhecimento sobre sua fisiologia, mais precisamente a reprodutiva, e parâmetros bioquímicos. Portanto, com a medição dos níveis de T em diferentes estágios reprodutivos, poderemos avaliar se é um indicador de maturidade sexual nas espécies estudadas e se influenciam a coloração e a morfologia em machos e fêmeas. Parâmetros bioquímicos como colesterol, glicose, proteína total, triglicerídeos e uréia, serão medidos em conjunto, para estabelecer níveis normais dos sexos e idades em ambas as aves estudadas, e se há alguma alteração desses parâmetros relacionados com níveis de T, tendo como co-variável a idade, sexo e período reprodutivo. A utilização de um estoque cativo de coscoroba, como o do Zoológico de Sapucaia, deve-se ao fato de que esta espécie não está presente em abundância durante todo o ano no país, por ser migratória. Não será necessário o estudo da carqueja em cativeiro por esta estar presente durante todo o ano no Rio Grande do Sul.

Objetivo Geral

- Gerais
• Identificar o papel da testosterona como indicador de idade, condição sexual e mudança de cor na plumagem e pele da carqueja-de-bico-manchado, e de idade e condição sexual no coscoroba, duas espécies de aves aquáticas sem dimorfismo sexual aparente.

• Relacionar taxas de testosterona com outros parâmetros bioquímicos, indicadores da condição físico-nutricional da espécie.

- Específicos
• Identificar a variação individual estacional da testosterona;

• Identificar diferenças nos níveis de testosterona entre as diferentes idades para o mesmo sexo;

• Estabelecer valores normais de testosterona para as diferentes idades de ambas as aves estudadas;

• Relacionar variações na coloração da plumagem com os níveis de testosterona em animais reprodutivos, na carqueja-de-bico-manchado.

• Relacionar os níveis de testosterona com outras variáveis bioquímicas;

• Estabelecer níveis normais das diferentes variáveis bioquímicas para diferentes sexos e idades em ambas as aves estudadas, principalmente na Carqueja.

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
1
1
2
2
2
2
2
2
2
2
2
4
12

Página gerada em 11/12/2018 14:40:20 (consulta levou 0.068070s)