Nome do Projeto
POLÍTICAS EDUCATIVAS E REGULAÇÃO: GESTÃO, CURRÍCULO E TRABALHO DOCENTE
Ênfase
PESQUISA
Data inicial - Data final
05/03/2012 - 31/07/2015
Unidade de Origem
Área CNPq
Ciências Humanas - Educação - Currículo
Resumo
O objetivo desta pesquisa é discutir as políticas educacionais, suas formas de regulação e seus efeitos para o currículo, a gestão e o trabalho docente nas escolas públicas. O projeto contextualiza as políticas locais estabelecendo vinculações com políticas mais amplas, coerentes com as formulações neoliberais e gerencialistas, fortemente dominadas pela esfera econômica. Visa também analisar como os docentes, o currículo e os modos de gestão têm sido endereçados por essas políticas e pelos discursos educacionais das últimas décadas, os quais têm sido orientados pelo conservadorismo educativo, com modelos de gestão que apregoam o eficienticismo como a solução para todos os males da educação. Tais modelos estão baseados em noções de qualidade, eficiência, avaliação e accountability. O neoliberalismo na educação brasileira tem seguido tais orientações, centradas em modelos de avaliação, índices de aferição do desempenho escolar e docente, típicos do que se tem denominado nova gestão pública ou gerencialismo. O argumento central desenvolvido no projeto é de que ações do estado gerencial e as políticas educativas têm um caráter regulador que fabrica determinadas identidades docentes ? como um modo de estar, determinadas políticas curriculares ? como um modo de ser, e práticas de gestão ? como um modo de gestão. Visam conformar políticas educativas e curriculares, com controle e regulação da autonomia pedagógica e delinear um docente adequado para tais empreendimentos. Há efeitos reguladores muito significativos para o trabalho docente, para o currículo e para a gestão escolar. É uma pesquisa qualitativa que pretende fazer um mapeamento das políticas de terceirização de programas pedagógicos nos municípios do RS e estudos de caso para avaliar o impacto e efeitos dessas parcerias público-privado bem como suas proposições em termos de gestão, currículo, trabalho docente, avaliação e as próprias parcerias público-privado como modo de gestão que vem sendo implementado nas redes públicas no estado.

Objetivo Geral

O projeto tem como objetivo amplo de investigação o avanço da implantação de programas pedagógicos (também denominados, programas de intervenção pedagógica ou sistemas de apostilamento), no Rio Grande do Sul, comercializados a partir da oferta para secretarias municipais de educação, de forma terceirizada, ou via parcerias público-privadas, incluindo o fornecimento de materiais didáticos, pacotes curriculares, programas de gestão, supervisão e formação docente. O governo do estado do RS, na gestão que findou em 2010, por ter implementado esses sistemas na rede estadual, gerou uma abertura indutiva para este mercado nos municípios. O estudo prevê uma discussão em termos do que ainda persiste na rede estadual, mas terá centralidade na abrangência desses sistemas de ensino em relação à educação municipal, tendo como focos temáticos de análise a gestão, o currículo e o trabalho docente. Fazer um mapeamento da implantação de políticas de programas pedagógicos, baseadas nas parcerias público-privadas ou terceirização, em municípios do Rio Grande do Sul, a fim de investigar pressupostos, características e efeitos dessas políticas em escolas, a partir dos focos temáticos Gestão, Currículo e Trabalho Docente.

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
4
4
4
4
4
4
4
4
4
4
4
ANDRÉIA BEOR DOS SANTOS1201/08/201231/07/2013
JEZABEL BARCELLOS DE ALMEIDA1201/08/201431/07/2015
MARIA CECILIA LOREA LEITE101/08/201231/07/2013
RENATA DELUCIS HILAL NECCHI1201/08/201231/07/2014
ROSANA ALVES GOMES1201/08/201331/07/2014
ÉVELIN RUTZ1201/08/201431/07/2015

Fontes Financiadoras

Sigla / NomeValorAdministrador
CNPqR$ 32.500,00

Página gerada em 11/12/2018 13:55:30 (consulta levou 0.075298s)