Nome do Projeto
Lipoproteína de baixa densidade e trealose na criopreservação de sêmen de tambaqui (Colossoma Macropomum)
Ênfase
PESQUISA
Data inicial - Data final
30/03/2012 - 31/03/2015
Unidade de Origem
Área CNPq
Ciências Agrárias - Medicina Veterinária - Reprodução Animal
Resumo
A LDL adere à membrana espermática impedindo o efluxo dos fosfolipídios da membrana celular (Foulkes 1977, Watson 1981, Graham & Foote 1987, Bergeron et al. 2004), além de formarem uma película protetora no espermatozóide (Anton et al. 2003). A trealose estabiliza a bicamada lipídica da membrana espermática (De Leeuw et al. 1993), devido a interação com os grupos polares do fosfolipídio, impedindo o espaçamento lateral entre os fosfolipídios, prevenindo a fusão, justaposição e rompimento das membranas (Crowe et al. 1984, Anchordoguy et al. 1987). A ação destes compostos já foram testados em espermatozóides de mamíferos (Ball & Vo 2001, Aisen et al. 2002, 2005, Moussa et al. 2002, Bergeron et al. 2004, , Alvarenga et al. 2005, Berlinguer et al. 2007, Bianchi et al. 2008 Varela Junior et al. 2009), porém a efetiva proteção na manutenção das estruturas celulares pós-descongelamento não foi avaliada em espécies de peixes de água doce nativas.

Objetivo Geral

O objetivo geral avaliar o efeito da lipoproteína de baixa densidade e da trealose sobre as estruturas (mitocôndrias, membranas celulares e DNA) e sobre a funcionalidade (motilidade, tempo de latência, taxa de fertilização, taxa de eclosão e porcentagem de larvas normais) de células espermáticas criopreservadas de tambaqui (Colossoma macropomum).
- Analisar o resultado da utilização de diferentes níveis de lipoproteína de baixa densidade sobre a estrutura (membrana, mitocôndria e DNA) e a funcionalidade (motilidade, tempo de latência, taxa de fertilização, taxa de eclosão e taxa de larvas normais) dos espermatozóides criopreservados de C. macropomum;
- Avaliar o efeito da Trealose sobre a estrutura (membrana, mitocôndria e DNA) e a funcionalidade (motilidade, tempo de latência, taxa de fertilização, taxa de eclosão e taxa de larvas normais) das células espermáticas criopreservadas de C. macropomum;
- Determinar as melhores concentrações para o emprego de lipoproteína de baixa densidade e trealose na criopreservação espermática do peixe de água doce nativo C. macropomum.

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
1
1
1
1
2
3
4
4
4
PAULA MOREIRA DA SILVA2001/07/201331/03/2015
PAULA MOREIRA DA SILVA1201/08/201331/07/2014

Fontes Financiadoras

Sigla / NomeValorAdministrador
FAPERGS (Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio Grande do Sul)R$ 17.318,00

Página gerada em 17/12/2018 17:30:20 (consulta levou 0.088449s)