Nome do Projeto
Inserção de organizações da agricultura familiar na cadeia produtiva do biodiesel no Rio Grande do Sul
Ênfase
PESQUISA
Data inicial - Data final
16/04/2012 - 17/04/2015
Unidade de Origem
Coordenador Atual
Resumo
Nos últimos anos o debate acerca da produção de energia renovável, mais limpa, sustentável ou alternativa pauta reuniões de líderes mundiais. Considerando-se esse cenário, biocombustíveis que venham a substituir os combustíveis fósseis tornam-se tema relevante a nível mundial, tendo em vista que atualmente as fontes de energia são limitadas e com previsão de esgotamento. Com isso, o biodiesel passa a ser uma alternativa por ser um combustível renovável e biodegradável. O Programa Nacional de Produção e Uso do Biodiesel (PNPB) desde sua concepção exige, através do Selo Combustível Social, que parte do biodiesel produzido seja oriundo da agricultura familiar. Dados publicados recentemente indicam um avanço na participação da agricultura familiar que de 2006 para 2011 aumentou a comercialização de matéria prima em 17 vezes. Sendo que dois terços das vendas são realizadas através de cooperativas dos agricultores familiares. No Rio Grande do Sul, a participação dos agricultores, em sua maioria, se dá através de suas cooperativas, sendo que aproximadamente 37 cooperativas estão comercializando produtos para a produção de biodiesel, sendo que a realidade do RS não é diferente da produção Nacional de biodiesel, ou seja, a matéria prima mais utilizada é a soja (COMUNICAÇÃO PESSOAL, 2011). Todavia, emerge o questionamento: Quais motivos atraem as organizações de agricultores familiares à cadeia produtiva de biodiesel? Sendo que esta é altamente competitiva e envolve diferentes setores.

Objetivo Geral

Objetivo Geral:

Investigar as razões que levam as organizações da agricultura familiar a inserirem-se na cadeia produtiva do biodiesel.

Objetivos Específicos:

• Analisar a participação dos agricultores familiares, junto as suas organizações, na tomada de decisão quanto ao destino de seus produtos.
• Avaliar a contribuição da cadeia produtiva do biodiesel na diversificação da base produtiva da agricultura familiar.
• Identificar os aspectos que tornam a cadeia produtiva de biodiesel atrativa ou não para as organizações de agricultores familiares.

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
2
2
2
4
ALEXANDRE AFONSO MEYER103/03/201317/04/2015
DANTE TRINDADE DE AVILA103/03/201317/04/2015
KATIA GISLAINE BAPTISTA GOMES101/03/201317/04/2015
MARIO DUARTE CANEVER104/03/201317/04/2015

Página gerada em 27/10/2020 04:22:24 (consulta levou 0.068605s)