Nome do Projeto
Práticas de Educação e Cuidado em Escolas Infantis do Município de Pelotas – RS: Um estudo das relações e culturas entre bebês, crianças bem pequenas e adultos.
Ênfase
PESQUISA
Data inicial - Data final
06/01/2013 - 07/01/2016
Unidade de Origem
Coordenador Atual
Área CNPq
Ciências Humanas - Educação - Educação Pré-Escolar
Resumo
RESUMO: A problemática central da pesquisa é analisar as relações e culturas dos bebês e crianças bem pequenas, entre elas e com os adultos, identificando significados sobre educação, cuidado e infância que orientam as práticas produzidas para e com os bebês e crianças. Algumas questões norteadoras da investigação são: identificar quais são as práticas de educação e cuidado realizadas com bebês e crianças bem pequenas no interior das escolas infantis; perceber em que pressupostos se baseiam, que concepções de infância traduzem; analisar a organização dos ambientes e materiais e que ideias eles enunciam e analisar as manifestações das culturas infantis e do brincar entre os bebês e crianças bem pequenas. Pretendemos identificar como se organizam os movimentos de resistência dentro das escolas infantis e que mudanças são produzidas pelas crianças, professoras e auxiliares. Como existem poucas pesquisas voltadas aos bebês e crianças bem pequenas em nosso país, assim como as crianças das camadas populares vêm sendo atendidas em instituições comunitárias e públicas municipais, necessitamos de estudos que apontem possibilidades e práticas que valorizam as crianças como potentes, como também os adultos encarregados de seu cuidado e educação. Nosso diálogo principal se dará no campo da educação com as contribuições da pedagogia, sociologia da infância, antropologia da criança, filosofia, psicologia e artes. Caracterizamos a pesquisa como um estudo de inspiração etnográfica e os instrumentos metodológicos que utilizaremos são: observação participante com notas em diários de campo, filmagens do cotidiano dos berçários e dos maternais, entrevistas com as professoras e auxiliares, rodadas de conversas com as profissionais sobre as filmagens e identificação de questões emergentes para a elaboração das oficinas pedagógicas. Pretendemos selecionar uma instituição da rede municipal e uma instituição comunitária do município de Pelotas. Um aspecto central será o de querer e concordar em discutir e construir uma proposta que garanta o direito da criança ao cuidado e à educação. Queremos construir com as professoras e auxiliares práticas que qualifiquem sua relação pedagógica com os bebês e as crianças bem pequenas a partir de estratégias que a própria pesquisa fomentará, especialmente por meio das ações de formação continuada que lhes serão propostas nas oficinas pedagógicas. As oficinas acontecerão no interior das escolas infantis, contribuindo para a formação continuada das professoras e auxiliares e com a formação das alunas de graduação do curso de pedagogia. As temáticas de reflexão e estudo partirão das necessidades das profissionais, do processo de reflexão, estudo e pesquisa das suas próprias práticas e do repensar propostas educativas para os bebês e crianças bem pequenas. PALAVRAS – CHAVE: Bebês, Crianças, Relações, Cuidado, Educação.

Objetivo Geral

Objetivo geral:
- Analisar as relações dos bebês e crianças bem pequenas, entre elas e com os adultos, suas culturas, identificando significados acerca da educação e cuidado que orientam as práticas nos berçários e maternais.
Objetivos específicos:
- Analisar as propostas de cuidado e educação presentes nos berçários e maternais.
- Debater com professoras e auxiliares sobre propostas de cuidado e educação com bebês e crianças bem pequenas.
- Descrever o universo físico dos berçários e maternais e os sujeitos adultos/crianças que o integram.
- Analisar os sentidos do trabalho com bebês e crianças bem pequenas para as professoras e auxiliares.
- Relacionar a organização e os sentidos desse trabalho para os adultos com imagens de infância e de educação dos bebês e crianças bem pequenas.
- Investir em processo de formação continuada das professoras, identificando, com elas, conteúdos para as oficinas pedagógicas a partir da análise e discussão das suas práticas.
- Possibilitar espaço para reflexão e qualificação das práticas pedagógicas realizadas com os bebês e as crianças bem pequenas.

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
4
6
8
10
10
FRANCINE ALMEIDA PORCIUNCULA BARBOSA1201/08/201331/07/2014
FRANCINE DE VARGAS DA SILVA1201/08/201331/07/2014
LIZANDRA FARIAS DA COSTA MACHADO1201/08/201431/07/2015
LIZANDRA FARIAS DA COSTA MACHADO1201/08/201331/07/2014
LIZANDRA FARIAS DA COSTA MACHADO1201/08/201231/07/2013
MARTA NORNBERG401/02/201307/01/2016
PATRICIA PEREIRA CAVA401/02/201307/01/2016
ROGERIO COSTA WURDIG401/10/201307/01/2016

Página gerada em 27/10/2020 02:24:07 (consulta levou 0.124954s)