Nome do Projeto
Biodiversidade parasitária de pequenos roedores silvestres (Rodentia) do sul do Brasil
Ênfase
PESQUISA
Data inicial - Data final
01/07/2012 - 31/07/2015
Unidade de Origem
Área CNPq
Ciências Biológicas - Parasitologia
Resumo
A expansão urbana bem como o êxito rural, possibilita a migração e o contado do homem e animais domésticos, com roedores silvestres. Estes são portadores e disseminadores de varias zoonoses, como bactérias, vírus, protozoários, helmintos e artrópodes. O fato do conhecimento sobre a fauna parasitária de pequenos roedores silvestres estar baseado em relatos esporádicos, juntamente com relato da presença de felídeos parasitados por Lagochilascaris minor, zoonose emergente na região, motivou a elaboração deste projeto de tese, que foca um estudo efetivo sobre a biodiversidade parasitária dos pequenos mamíferos pertencentes à Ordem Rodentia na região sul do Rio Grande do Sul.

Objetivo Geral

a) Identificar e listar a fauna parasitária de pequenos roedores silvestres;
b) Estimar os parâmetros de prevalência, intensidade média, abundância média dos parasitos;
c) Comparar a intensidade e diversidade parasitária, dos pequenos roedores silvestres entre o verão e inverno.
d) Verificar a possível ocorrência de hospedeiros intermediários para Lagochilascaris sp. e a ocorrência de outras espécies zoonóticas.
e) Relatar a presença de microorganismos como vírus e bactérias

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
40
UILA SILVEIRA DE MEDEIROS1201/08/201431/07/2015

Fontes Financiadoras

Sigla / NomeValorAdministrador
CAPESR$ 0,00

Página gerada em 19/12/2018 11:50:46 (consulta levou 0.089637s)