Nome do Projeto
VEÍCULOS AÉREOS NÃO TRIPULADOS (VANTS) ACOPLADOS COM CÂMERAS MULTIESPECTRAIS E DE PEQUENO FORMATO NA PROSPECÇÃO DE MACIÇOS ROCHOSOS COM POTENCIALIDADES PARA USO INDUSTRIAL NA REGIÃO DE PELOTAS, RIO GRANDE DO SUL
Ênfase
PESQUISA
Data inicial - Data final
01/11/2012 - 02/11/2015
Unidade de Origem
Área CNPq
Ciências Exatas e da Terra - Geociências - Geofísica
Resumo
Plataformas VANTs (veículos aéreos não tripulados) são usadas extensivamente nos países desenvolvidos. Suas principais aplicações são em uso militar e vigilância, no entanto estas plataformas possuem potencial para uso científico em atividades de sensoriamento remoto e monitoramento ambiental devido à acoplagem de câmeras multiespectrais, sistemas de telemetria e piloto automático. O desenvolvimento de câmeras multiespectrais para plataformas VANTs recentemente possibilitou a comunidade científica/acadêmica a obter dados com resolução espacial, baixo custo, e rapidez quando comparadas aos métodos tradicionais de obtenção de dados espectrais (satélites e aviões tripulados). O uso desta plataforma promoverá na região de Pelotas a identificação e caracterização de maciços rochosos para uso industrial. Esta região possui inúmeros maciços rochosos de rochas ígneas intrusivas com identificação de metamorfismo de grau elevado. Fazem parte as rochas da Suíte granítica Dom Feliciano, Suíte Intrusiva Viamão, Suíte Intrusiva Herval, Suíte Intrusiva Pinheiro Machado e rochas da Bacia do Camaquã incluídas no Batólito de Pelotas. Esta região possui algumas extrações desses maciços para uso como rochas ornamentais e para brita na construção civil, mas a identificação de outras potencialidades, principalmente em áreas de difícil acesso possibilitará a implementação de novos empreendimentos mineiros que ajudarão no desenvolvimento sócio-econômico da região. Este projeto possui forte apelo tecnológico/científico pois utiliza equipamentos de baixo custo, mas com grande inovação tecnológica na sua integração.

Objetivo Geral

O objetivo genérico do projeto é identificar maciços rochosos na região de Pelotas, RS, através de imagens multiespectrais adquiridas em plataformas VANTs (veículos aéreos não tripulados) e suas variações petrológicas e texturais que possam ser usadas na caracterização e direcionamento do seu uso industrial.
Como objetivos específicos procurar-se-á:
1. Mapeamento geológico de detalhe dos maciços rochosos ígneos e rochas adjacentes com potencial para aproveitamento industrial;
2. Buscar identificar padrões texturais e geomorfológicos obtidos nas imagens multiespectrais com os dados obtidos em campo e de petrologia;
3. Incrementar o conhecimento sobre metodologia de aquisições de dados multiespectrais acoplados em VANTs;
4. Desenvolver técnicas e equipamentos para a utilização em VANTs em diversas aplicações científicas, tanto como prospecção de bens minerais, monitoramento de zonas em erosão e vegetação e etc.;
5. Mostrar aos demais colegas professores de diversas áreas do conhecimento, tanto na UFPel, como em outras instituições a aplicabilidade de plataformas VANTs na aquisição de dados científicos.

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
5
5
10
10
10
10
ALEXANDRE FELIPE BRUCH501/11/201202/11/2015
ANGÉLICA CIROLINI501/11/201202/11/2015
ANTÔNIO ALVES DA SILVA JÚNIOR501/09/201301/09/2015
DANIELA ARNOLD TISOT501/11/201202/11/2015
LEONARDO HENRIQUE GOMES DA SILVA101/11/201202/11/2015
LUIZ HENRIQUE RONCHI501/11/201202/11/2015
MATEUS ABREU SOARES126/08/201327/01/2014
MICHAEL SILVEIRA DE MATTOS101/11/201202/11/2015

Fontes Financiadoras

Sigla / NomeValorAdministrador
CNPqR$ 58.982,00

Página gerada em 19/12/2018 12:10:50 (consulta levou 0.078956s)