Nome do Projeto
Caracterização nutricional de um produto alimentar à base de arroz parboilizado, soja e bagaço de uva e seu efeito no desenvolvimento de ratos wistar após desmame
Ênfase
PESQUISA
Data inicial - Data final
15/03/2013 - 16/03/2018
Unidade de Origem
Resumo
A ingestão de alimentos pela população é influenciada pela disponibilidade de alimentos e por aspectos sociais, culturais, econômicos e capacidade de utilização do alimento pelo organismo. Ao lado das fontes de proteína animal, tem sido demonstrado que misturas de vegetais, também resultam em misturas protéicas de alto valor biológico, onde estão incluídos o arroz e a soja. Sendo o Brasil considerado como um dos países que mais produzem resíduos agroindustriais,como bagaço de uva (casca e semente) pelas indústrias vinícolas,o mesmo pode ser aproveitados como ingrediente na elaboração de novos produtos, principalmente porque as uvas são consideradas ótimas fontes naturais de antioxidantes e fibras.Na busca de alternativas neste processo, a redução do custo da alimentação infantil e a suplementação nutricional, estimulam o desenvolvimento de novos produtos alimentícios como o da proposta de produto à base de arroz parboilizado (Oryza sativa, L.),farinha de soja desengordurada (Glycine max), e bagaço de uva, para suprir as carências nutricionais, prevenir a obesidade e um melhor aproveitamento dos produtos regionais.Justificando-se assim este estudo que tem por objetivo desenvolver e caracterizar nutricionalmente um produto alimentar à base de grãos de arroz parboilizado, farinha de soja desengordurada, bagaço de uva e verificar o seu efeito no desenvolvimento de ratos wistar recém-desmamados. A farinha de soja desengordurada, adquirida da empresa CISBRA/POA, o grão de arroz parboilizado proveniente do Engenho Coradini e bagaço de uva fornecido pela Vinícola Peruzzo, localizada no município de Bagé (RS), triturados serão caracterizadas quanto ao teores de: carboidratos, proteínas, gorduras, fibra alimentar, minerais, valor calórico e funcionais, como a determinação do teor total de compostos fenólicos , ácido ascórbico, fibras solúvel e insolúvel e também analisados microbiologicamente. Para o ensaio biológico serão utilizados 64 ratos machos recém-desmamados, os quais serão mantidos em temperaturas ambiente, com livre acesso à água e dieta padrão para crescimento em ciclo de 12 horas claro/escuro. Os animais serão divididos em 8 grupos, cada um composto por 8 animais,onde serão utilizadas as seguintes dietas: ração padrão para crescimento, ração aproteica, dietas com os MIXs (MIX1 60% de grãos de arroz moído, 30% de farinha de soja e 10% de bagaço de uva, MIX2 30% de grãos de arroz moído, 60% de farinha de soja e 10% de bagaço de uva) para cada dieta com mix será adicionado o percentual de 10%, e 20% e 30% do mix na dieta padrão, totalizando 8 dietas.Após serão verificados: determinação do consumo de dieta, coeficiente de eficácia protéica (PER),razão protéica liquida (NPR), determinação de volume fecal, verificação dos parâmetros de crescimento: peso e comprimento corporal, comprimento naso-anal, índice de Lee, Índice de massa corporal (IMC) e taxa específica de ganho de peso. Peso dos órgãos (rim, pâncreas e fígado), gordura epididimal, comprimento da tíbia. Avaliações bioquímicas: proteínas, glicemia, colesterol,HDL e LDL, triacilglicerol. Após o resultado do ensaio biológico a dieta que obtiver melhor resultado, será utilizada na elaboração de um produto com mix de arroz, soja e bagaço de uva levando em consideração o parâmetro nutricional e o resultado ocorrido no ensaio biológico, que será testado em escolares. Para fins de análise estatística, os dados paramétricos serão expressos como média ± erro padrão (E.P.). As comparações entre os grupos experimentais se¬rão realizadas por análise de variância de uma via ou duas vias, com análise repetida se preciso for, seguida pelo teste de comparações múltiplas de Student-Newman-Keuls ou, quando entre dois grupos, pelo teste t de Student para amostras dependentes ou independentes. Os resultados da presente pesquisa serão divulgados à comunidade acadêmica através de eventos científicos e em periódicos especializados na área de estudo. Espera-se que o MIX com grãos de arroz parboilizado, farinha de soja desengordurada e bagaço de uva possa suprir as carências nutricionais, promover o crescimento e prevenir a obesidade em ratos submetidos a estas dietas.

Objetivo Geral

1.1-Objetivo geral:
Desenvolver e caracterizar nutricionalmente um produto alimentar à base de grãos de arroz parboilizado, farinha de soja desengordurada e bagaço de uva e verificar o seu efeito no desenvolvimento de ratos wistar recém-desmamados.
1.2- Objetivos específicos:
• Obter e caracterizar nutricionalmente o bagaço da uva, os grãos de arroz parboilizado e a farinha de soja desengordurada;
• Elaborar misturas com os subprodutos da produção local (arroz parboilizado, soja e bagaço de uva);
• Testar o valor nutricional e a digestibilidade das misturas em cobaias;
• Promover avanço tecnológico para elaboração de novos produtos.
• Elaborar materiais educativos com informações nutricionais e de processamento;
• Divulgar a pesquisa através de publicações em periódicos.

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
4
4
4
4
4
4
4
4
4
4
20

Fontes Financiadoras

Sigla / NomeValorAdministrador
CAPESR$ 0,00
CNPqR$ 0,00

Página gerada em 11/12/2018 05:25:31 (consulta levou 0.099294s)