Nome do Projeto
Efeitos da exposição ao cobre (Cu) na reprodução em Xiphophorus helleri.
Ênfase
PESQUISA
Data inicial - Data final
02/02/2013 - 02/02/2017
Unidade de Origem
Área CNPq
Ciências Biológicas - Fisiologia - Fisiologia Comparada
Resumo
Como muitos dos efeitos provocados pelo Cu no sistema reprodutivo são consistentes com danos celulares causados pela capacidade do Cu em aumentar a formação de ERO intracelular e produzir estresse oxidativo (Iakovidis et al., 2011), a quantificação desses danos oxidativos e os níveis de defesas contra danos celulares são potencialmente utilizáveis como biomarcadores de contaminação aquática (Ahmad et al., 2006; Funes et al., 2006). Portanto, avaliaremos também nas gônadas e espermatozoides, a capacidade antioxidante total (ACAP), a atividade de algumas enzimas antioxidantes como glutationa-S-transferase (GST), superóxido dismutase (SOD) catalase (CAT) e glutationa redutase (GR) e os danos causados em lipídeos (LPO).

Objetivo Geral

 Avaliar o efeito da exposição ao Cu sobre a biometria corporal e índice gonadossomático;
 Caracterizar os parâmetros morfológicos e fisiológicos da qualidade espermática de Xiphophorus helleri (quantidade de espermatozoides, morfologia espermática, motilidade, tempo de motilidade, integridade de membrana, funcionalidade mitocondrial e integridade do DNA), já que esses dados são inexistentes na literatura atual;
 Determinar o efeito da exposição aguda e crônica do Cu sobre os parâmetros de qualidade espermática préviamente caracterizados;
 Verificar, através de análises histológicas, possíveis alterações morfológicas nas gônadas masculinas devido à exposição aguda e crônica ao Cu;
 Avaliar alterações em parâmetros bioquímicos indicadores de estresse oxidativo nas gônadas masculinas e sêmen, a saber: quantificação das espécies reativas de oxigênio (ERO); capacidade antioxidante total (ACAP); atividade das enzimas glutationa-S-transferase (GST), superóxido dismutase (SOD), catalase (CAT) e glutationa reductase (GR); lipoperoxidação (LPO) e concentração de metalotioneínas (MT);
 Quantificar a bioacumulação de Cu corporal e gonadal;

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
1
2
2
2
2
2
4
10
12
20
BERNARDO GARZIERA GASPERIN101/08/201331/07/2014
JANAÍNA CAMACHO DA SILVA2002/02/201302/02/2017
VITÓRIA GASPERIN GUAZZELLI COSTA1202/02/201302/02/2017
VITÓRIA GASPERIN GUAZZELLI COSTA1201/08/201331/07/2014

Página gerada em 14/12/2018 08:16:30 (consulta levou 0.075970s)