Nome do Projeto
Uso de medicamentos durante a gestação em um município no sul do Brasil
Ênfase
PESQUISA
Data inicial - Data final
24/07/2013 - 01/07/2014
Unidade de Origem
Área CNPq
Ciências da Saúde - Saúde Coletiva
Resumo
Atualmente, sabe-se que a maioria dos medicamentos utilizados por gestantes atravessa a placenta e atinge a corrente sanguínea do feto(3). Para a maioria dos medicamentos o potencial teratogênico é desconhecido. Um agente pode ser considerado teratogênico quando produz uma alteração, maior ou menor, na morfologia e ou fisiologia normal do feto. O feto ainda não tem a mesma capacidade 3 de metabolizar substâncias do que a mãe e, portanto, está mais sujeito aos efeitos nocivos dos fármacos. Outro aspecto quanto à utilização de fármacos na gravidez é a provável alteração das características farmacocinéticas e farmacodinâmicas. De uma forma geral, considera-se que, devido ao esvaziamento gástrico mais lento e à diminuição da motilidade intestinal, a absorção dos fármacos é retardada. Durante a gestação, ocorre também uma expansão do plasma e a diminuição da concentração das proteínas plasmáticas, o que pode interferir na distribuição de substâncias que se ligam às proteínas. Além disso, o metabolismo e a excreção dos medicamentos também podem sofrer alterações devido à aceleração de reações metabólicas e ao aumento da filtração glomerular decorrente do aumento do voluma sanguíneo. Acredita-se que essas alterações possam interferir na resposta dose-dependente e na toxicidade.(3) Mesmo com o conhecimento atual sobre os riscos para o feto, a medicalização na gravidez é fato. Queixas comuns e autolimitadas recebem prescrição de medicamentos, quando as mesmas poderiam ter sido resolvidas sem a farmacoterapia. Este estudo tem por finalidade estudar o uso de medicamentos durante a gestação entre mulheres que tiveram filhos no ano de 2010 na cidade de Rio Grande, no estado do Rio Grande do Sul.

Objetivo Geral

Objetivo Geral
Descrever o uso de medicamentos durante a gestação e fatores associados em uma amostra de puérperas de Rio Grande, RS.

Objetivos Específicos
 Medir a prevalência de uso de medicamentos por trimestre de gestação;
 Avaliar o uso de medicamentos de acordo com a RENAME e trimestre da gestação;
 Medir a prevalência de uso de medicamentos conforme:
o Fatores demográficos;
o Grau de escolaridade;
o Classe social e renda familiar;
o Tipo de ocupação materna;
o Situação conjugal;
o Comportamentos de risco;
o Antecedentes obstétricos;
o Assistência pré-natal.

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
MARIA AURORA DROPA CHRESTANI CESAR224/07/201301/07/2014
MARIA DA GRACA VALENTE CARDOSO1224/07/201301/07/2014

Fontes Financiadoras

Sigla / NomeValorAdministrador
CNPqR$ 30.000,00
Recursos própriosR$ 4.773,00

Página gerada em 18/10/2019 23:24:05 (consulta levou 0.067361s)