Nome do Projeto
Avaliação dos movimentos mandibulares e do relacionamento côndilo-fossa mandibular, a partir de dois protocolos de tratamento. Estudo clínico randomizado.
Ênfase
PESQUISA
Data inicial - Data final
26/08/2013 - 03/03/2014
Unidade de Origem
Área CNPq
Ciências da Saúde - Odontologia - Clínica Odontológica
Resumo
O edentulismo total e o uso de próteses totais inadequadas, instáveis e com dentes desgastados por prolongado tempo de uso podem levar a um desiquilíbrio do sistema estomatognático devido a perda gradual de dimensão vertical de oclusão, tendo como consequência movimentos mandibulares e relacionamento côndilo-fossa mandibular inadequados. A realização de reembasamento da base da prótese e o uso de placa interoclusal, previamente à reabilitação definitiva, poderiam ter influência no restabelecimento destes aspectos funcionais. Entretanto, não existem ensaios clínicos controlados e randomizados (ECCRs) testando o uso conjunto destes dois tratamentos no restabelecimento destes aspectos funcionais. Desta forma, este estudo tem como objetivo avaliar se o reembasamento da base da prótese e o uso de placa interoclusal, previamente à reabilitação definitiva, têm influência sobre os movimentos mandibulares e relacionamento côndilo-fossa mandibular em usuários de próteses totais duplas. Para este estudo clínico, controlado, cruzado, randomizado e cego serão selecionados 30 voluntários totalmente edêntulos, portadores de próteses totais duplas com uso superior a um período de cinco anos. Os pacientes serão aleatoriamente divididos em três sub-grupos: grupo controle (n=10) que não receberá nenhum protocolo de tratamento, além dos grupos testes A (n=10) e B (n=10) que receberão dois protocolos de tratamento, 30 dias de reembasamento e 60 dias do uso de placa, ou vice-versa, conforme sorteio de randomização. Os voluntários serão avaliados quanto a amplitude dos movimentos mandibulares, através do registro intraoral do arco Gótico de Gysi; dimensão vertical de oclusão, por meio do compasso de Willis e registro fotográfico e relação côndilo-fossa mandibular, por tomografia computadorizada. Estas avaliações serão realizadas em 4 intervalos de tempo: T0 (baseline), T1, T2 (aplicação do tratamento aleatorizado, reembasamento ou uso de placa) e T3 (tempo final). Exceto o grupo controle que será avaliado apenas nos tempos T0 e T3.

Objetivo Geral

Avaliar a influência do tratamento prévio a reabilitação definitiva, com placas interoclusais e reembasamento da base da prótese total, sobre os movimentos mandibulares, dimensão vertical de oclusão e relacionamento côndilo-fossa mandibular.

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
MELISSA FERES DAMIAN228/08/201303/03/2014
RITA DE CASSIA COSTA RIBEIRO DE ALMEIDA226/08/201303/03/2014

Página gerada em 11/12/2018 05:15:52 (consulta levou 0.068249s)