Nome do Projeto
Avaliação do efeito de benzilpiperazinas e tiazolidininonas de origém sintética na atividade da acetilcolinesterase de ratos submetidos a um modelo experimental de déficit de memória
Ênfase
PESQUISA
Data inicial - Data final
20/01/2014 - 20/01/2016
Unidade de Origem
Área CNPq
Ciências Biológicas - Bioquímica
Resumo
A enzima acetilcolinesterase (AChE) é um importante alvo terapêutico em muitas doenças neurodegenerativas como a Doença de Alzhmeir (DA). Inibidores dessa enzima vêm sendo usados para aumentar os níveis de acetilcolina e assim melhorar os déficits cognitivos característicos da DA, entretanto esses fármacos apresentam vários efeitos colaterais e custos elevados aos pacientes. O estudo de novos compostos que possam interagir com a atividade desta enzima torna-se relevante na busca de melhores terapias que possam beneficiar portadores de doenças neurodegenerativas. Sendo assim, o presente trabalho tem por objetivo avaliar in vitro e in vivo o efeito de benzilpiperazinas e tiazolidinonas de origem sintética na atividade da AChE de córtex cerebral e hipocampo de ratos submetidos a um modelo experimental de déficit cognitivo. Serão utilizados cento e quarenta ratos (140) machos Wistar, com 90 dias de idade. Destes, vinte animais serão submetidos a eutanásia com uso de guilhotina e será removido o córtex cerebral e hipocampo, os quais serão utilizados para avaliar os efeitos in vitro das moléculas na atividade da AChE total e isoformas e parâmetros cinéticos. Para o tratamento in vivo os animais serão divididos em grupos: I (controle), II (molécula A ou B concentração I), III (molécula A ou B concentração II), IV (escopolamina), V (escopolamina + molécula A ou B concentração I) e VI (escopolamina + molécula A ou B concentração II). Os animais serão tratados durante sete dias com as moléculas através de gavagem. No oitavo dia os animais receberão escopolamina (1mg/kg) por via intraperitonial. Trinta minutos após a injeção de escopolamina os animais serão submetidos aos testes comportamentais de reconhecimento de objetos, esquiva inibitória e campo aberto. Posteriormente os animais serão submetidos à eutanásia com o uso de uma guilhotina e o encéfalo e sangue serão coletados para a determinação da atividade da AChE e outros parâmetros bioquímicos. Espera-se com esse trabalho demonstrar um possível potencial terapêutico dessas moléculas para o tratamento de disfunções colinérgicas associadas a doenças neurodegenerativas.

Objetivo Geral

- Avaliar o efeito in vitro de benzilpiperazinas e de tiazolidininas de origem sintética na atividade da AChE de estruturas cerebrais como córtex cerebral, hipocampo e estriado de ratos.
- Avaliar o efeito in vitro das benzilpiperazinas e de tiazolidininas na atividade das isoformas da AChE em córtex cerebral, hipocampo e estriado de ratos.
- Determinar parâmetros cinéticos como Km, Vmáx e o tipo de inibição enzimática desses compostos na atividade da AChE de córtex cerebral, hipocampo e estriado de ratos.
- Avaliar parâmetros comportamentais como reconhecimento de objetos, esquiva inibitória e campo aberto em ratos submetidos a um modelo experimental de déficit cognitivo e tratados com benzilpiperazinas e/ou tiazolidininas.
- Analisar parâmetros bioquímicos como AST, ALT e os níveis de uréia, creatinina, colesterol, triglicerídeos e glicose em soro em ratos submetidos a um modelo experimental de déficit cognitivo e tratados com benzilpiperazinas e/ou tiazolidininas.
- Determinar a atividade da AChE total e isoformas em córtex cerebral, hipocampo e estriado de ratos submetidos a um modelo experimental de déficit cognitivo e tratados com benzilpiperazinas e/ou tiazolidininas.

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
BRUNA DA SILVEIRA DE MATTOS420/01/201420/01/2016
CAROLINE DOS SANTOS MACHADO420/01/201420/01/2016
CAROLINE DOS SANTOS MACHADO1201/08/201431/07/2015
ELIZANDRA BRAGANHOL110/02/201420/01/2016
FELIPE DOUGLAS GIOVANINI GONÇALVES420/01/201420/01/2016
JÉSSICA PORTO PUREZA420/01/201420/01/2016
LAUREN SILVEIRA MOREIRA501/05/201420/01/2016
REJANE GIACOMELLI TAVARES120/01/201420/01/2016
WILSON JOAO CUNICO FILHO120/01/201420/01/2016

Fontes Financiadoras

Sigla / NomeValorAdministrador
CAPESR$ 50.000,00

Página gerada em 24/09/2019 06:22:28 (consulta levou 0.095288s)