Nome do Projeto
DETERMINAÇÃO DO NÍVEL DE DANO DE ADULTOS E LARVAS DE Diabrotica speciosa (GERMAR, 1824) (COLEOPTERA: CHRYSOMELIDAE) EM BATATA
Ênfase
PESQUISA
Data inicial - Data final
03/02/2014 - 01/02/2016
Unidade de Origem
Área CNPq
Ciências Agrárias - Agronomia - Fitotecnia
Resumo
Para os consumidores, a batata pode ser vista como mais um alimento levado à mesa, porém para os agricultores é fonte de renda para mantê-los no campo. No Brasil a área ocupada pela cultura situa-se em torno de 130 mil hectares com produção ao redor de 3,5 milhões de toneladas, sendo as Regiões Sul e Sudeste do país responsáveis por mais de 70% da produção nacional de batata. Um dos fatores mais limitantes à produtividade da cultura da batata está intimamente ligado à sua suscetibilidade a pragas, o que faz com que altas quantidades de produtos fitossanitários sejam utilizados ao longo do ciclo da cultura. Várias espécies de insetos com hábitos subterrâneos têm ocasionados severos danos em lavouras de batata, sendo os mais comuns no sul do Brasil a larva-alfinete, pois perfura e abre galerias nos tubérculos propiciando a depreciação comercial e até mesmo o refugo no comércio. Nesse sentido, o objetivo do estudo é o de avaliar o comportamento de cultivares de batata, quanto à produção de tubérculos através de infestação artificial com diferentes densidades larvais de D. speciosa (0, 5, 15, 30, 40 larvas/planta) em diferentes épocas de desenvolvimento das plantas, (14, 30, 40 e 50 Dias Após Emergência (DAE) das Plantas) em casa de vegetação nas safras de verão e outono.

Objetivo Geral

2.1 Objetivo geral
Determinar o nível de dano de Diabrotica speciosa na cultura da batata.

2.2 Objetivos específicos

● Determinar o nível de dano de adultos de D. speciosa na cultura da batata.

● Determinar o nível de dano de larvas de D. speciosa na cultura da batata.

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
CALISC DE OLIVEIRA TRECHA403/03/201401/02/2016

Página gerada em 14/12/2018 09:11:02 (consulta levou 0.087819s)