Nome do Projeto
INFLUÊNCIA DOS POLIMORFISMOS NOS GENES APOC3 E CETP NO SUCESSO DA INTERVENÇÃO NUTRICIONAL HIPOLIPEMIANTE EM PACIENTES HIV POSITIVO
Ênfase
PESQUISA
Data inicial - Data final
02/05/2014 - 31/08/2016
Unidade de Origem
Área CNPq
Ciências da Saúde - Nutrição
Resumo
A epidemia da Síndrome da Imunodeficiência Adquirida (AIDS) continua a ser um dos grandes desafios para a saúde global. Aproximadamente 33 milhões de pessoas vivem com HIV em todo o mundo. (UNAIDS, 2013). Após a identificação do HIV como o vírus causador da AIDS, vários avanços têm ocorrido no desenvolvimento de drogas efetivas para o tratamento desse vírus. A Terapia antirretroviral (TARV) tem aumentado à expectativa de vida desse pacientes, porém tem trazido alterações metabólicas que resultam em aumento dos triglicerídeos, aumento da resistência à insulina, e diabetes mellitus, contribuindo para o aumento do risco de doenças cardiovasculares. Nos últimos anos tem sido observada uma serie de anormalidades na distribuição da gordura corporal desse pacientes em uso de TARV (principalmente causada pelos inibidores da protease), chamada de lipodistrofia. A lipodistrofia é caracterizada pelo acúmulo de gordura na região dorso cervical, aumento da circunferência abdominal e do tamanho das mamas e pela redução da gordura em face, glúteos e membros (FOCCACCIA, 2010). Os mecanismos exatos pelos quais os inibidores da protease provocam alterações metabólicas ainda não são completamente esclarecidos. Sabe-se que este efeito se deve a inibição inespecífica de algumas proteases do hospedeiro, uma vez que a família das proteases é muito numerosa e encontrar um inibidor que atue somente na protease viral é muito difícil. Algumas evidencias demostram que esta inibição indesejável das proteases do paciente causa toxicidade mitocondrial e alterações principalmente, no tecido adiposo, como aumento da apoptose e diferenciação celular, e tem um papel importante nas alterações desses indivíduos. A identificação dos componentes genéticos que podem influenciar nessas mudanças no metabolismo tem sido intensamente investigada nos últimos anos. Esses estudos ainda não descrevem quais são os polimorfismos ligados à reposta dos indivíduos ao tratamento dietético. Desta forma, a identificação destes polimorfismos genéticos poderá possibilitar o tratamento individualizado de pacientes sobre TARV, no que diz respeito à intervenção dietética ou introdução de terapia medicamentosa preventiva para dislipidemia.

Objetivo Geral

Verificar a associação dos polimorfismos C3238G e TaqIB, dos genes APOC3 e CETP, com alterações no perfil lipídico dos pacientes infectados pelo HIV/AIDS em uso de terapia antirretroviral, submetidos a intervenção nutricional em um Hospital Dia referência em HIV, na cidade de Rio Grande, Rio Grande do Sul.

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
BRUNA DOS ANJOS PEDERZOLI1002/05/201430/05/2016
GABRIELLE GASPAR AREJANO1201/08/201431/07/2015
ITIANE BARCELLOS JASKULSKI1201/08/201431/07/2015
LAURA CARNEIRO DA ROSA ARANALDE2002/05/201430/05/2016

Fontes Financiadoras

Sigla / NomeValorAdministrador
PROAPR$ 1.900,00

Página gerada em 09/12/2018 18:02:18 (consulta levou 0.076533s)