Nome do Projeto
Avaliação do risco nutricional em idosos residentes na zona urbana do município de Pelotas, RS.
Ênfase
PESQUISA
Data inicial - Data final
30/03/2014 - 28/02/2015
Unidade de Origem
Área CNPq
Ciências da Saúde - Saúde Coletiva - Epidemiologia
Resumo
De acordo com o censo de 2000, o número de idosos no Brasil era de, aproximadamente, 15 milhões, sendo que as estimativas apontam para a possibilidade de, nos próximos vinte anos, o número de idosos ultrapassar 30 milhões de pessoas, Este fato revela importantes mudanças no perfil epidemiológico das populações, com implicações relevantes nos indicadores de morbimortalidade22. O envelhecimento afeta diretamente o estado nutricional do indivíduo por todas as alterações que ocorrem no organismo, tais como, diminuição dos botões gustativos, redução do olfato e da visão, diminuição da secreção salivar e gástrica, falha na mastigação e aumento da frequência de constipação intestinal devido à redução da motilidade24,25. No entanto, o estado nutricional não é determinado somente por mudanças fisiológicas, mas também por questões sociais, como solidão, falta de acesso ao transporte e condição financeira ruim. Estes fatores predispõem o idoso à falta de preocupação consigo, fazendo com que se alimente de maneira inadequada em termos de quantidade e qualidade. Essa modificação no comportamento alimentar pode causar uma inadequação no consumo e no aproveitamento de nutrientes pelos idosos e colocá-los em risco nutricional24. Frente ao crescimento significativo da população idosa no Brasil, à vulnerabilidade nutricional e ainda a necessidade de cuidados com a saúde nesta faixa etária como garantia de qualidade de vida, este estudo pretende avaliar o risco nutricional em idosos não institucionalizados residentes na área urbana do município de Pelotas-RS.

Objetivo Geral

Objetivo geral

Avaliar o risco nutricional em idosos residentes na zona urbana do município de Pelotas-RS.



Objetivos específicos

Estimar a prevalência de risco nutricional em idosos residentes na zona urbana do município de Pelotas-RS;
Descrever a distribuição dos idosos conforme os grupos de risco nutricional (alto, moderado e baixo) segundo características sociodemográficas e de saúde;
Estudar a associação entre o risco nutricional e as variáveis sociodemográficas e de saúde;
Realizar um subestudo para testar a validade do instrumento de pesquisa Nutrition Screening Initiative Checklist (ver Apêndice C).

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
ANTÔNIO AUGUSTO SCHÄFER130/03/201428/02/2015
LUNA STRIEDER VIEIRA230/03/201428/02/2015

Fontes Financiadoras

Sigla / NomeValorAdministrador
CAPESR$ 75.000,00
Recursos própriosR$ 7.000,00

Página gerada em 17/12/2018 17:31:45 (consulta levou 0.097217s)