Nome do Projeto
Desenvolvimento de Anticorpos Monoclonais contra potenciais fatores de virulência de Leptospira patogênica: LemA, ErY-like e OMPL37
Ênfase
PESQUISA
Data inicial - Data final
29/04/2014 - 31/12/2017
Unidade de Origem
Área CNPq
Ciências Biológicas - Imunologia - Imunologia Aplicada
Resumo
A leptospirose é uma antropozoonose causada por bactérias patogênicas do gênero Leptospira, sendo transmitida principalmente através da urina de animais infectados. Uma ampla variedade de animais domésticos, de companhia e interesse econômico, incluindo cães, bovinos e suínos podem ser acometidos pela enfermidade. Dentre os métodos atualmente utilizados no diagnóstico da leptospirose, a MAT, soroaglutinação microscópica, é considerada o padrão ouro para a confirmação da doença em humanos e animais. Entretanto, a MAT possui algumas desvantagens como a baixa sensibilidade na fase inicial da doença, a necessidade do pareamento de amostras para identificação de soroconversão e a manutenção de uma bateria de cepas vivas de leptospiras para a triagem dos soros suspeitos. Com o sequenciamento do genoma leptospiral de espécies patogênicas, importantes fatores de virulência foram revelados. Dentre os alvos até o momento investigados, as lipoproteínas associadas à membrana de L. interrogans sorovar Copenhageni (LICs): LIC11058, LIC11966 e LIC12263, denominadas recentemente como LemA, ErpY-like e OMPL37, respectivamente, possuem potencial como ferramentas laboratoriais. LemA e ErpY-like possuem alta imunogenicidade e foram reconhecidas por soros de animais (hamsters e coelhos) infectados por leptospiras patogênicas e a OMPL37 está associada à adesão da bactéria aos tecidos ricos em elastina, tais como derme, vasos sanguíneos e pulmões. Estes achados indicam um importante papel das LICs durante a infecção bacteriana. Nesse contexto, o trabalho aqui proposto visa a produção destas proteínas em suas formas recombinantes e o desenvolvimento de anticorpos monoclonais (mAbs) contra LemA, ErpY-like e OMPL37 para utilização como ferramentas em ensaios que busquem o diagnóstico e prevenção da leptospirose.

Objetivo Geral

- Produzir as lipoproteínas LemA, ErpY-like e OMPL37 de L. interrogans sorovar Copenhageni (LICs) em suas formas recombinantes através de clonagem e expressão em E. coli;
- Avaliar a antigenicidade das proteínas rLemA, rErpY-like e rOMPL37 produzidas através de Western Blotting e ELISA em soros de animais e humanos positivos para leptospirose, e soros de camundongos inoculados com as proteínas rLemA, rErpY-like e rOMPL37;
- Obter clones secretores de anticorpos monoclonais (mAbs) contra as proteínas LemA, ErpY-like e OMPL37;
- Caracterizar os mAbs obtidos (mAbs anti-LICs) quanto a capacidade de reação com as proteínas LemA, ErpY-like e OMPL37 nativas de leptospiras virulentas por Western Blotting e imunofluorescência;
- Avaliar o potencial diagnóstico dos mAbs anti-LICs em detectar os antígenos LemA, ErpY-like e OMPL37 na membrana externa de L. interrogans virulenta por imunofluorescência e Microscopia Eletrônica;
- Desenvolver um ensaio ELISA de bloqueio para detectar anticorpos específicos no soro de animais e humanos naturalmente infectados, utilizando as proteínas rLemA, rErpY-like e rOMPL37 como antígenos de captura e os mAbs desenvolvidos como insumo biológico neste ensaio de diagnóstico.

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
ANDRESSA CARDOSO DE CARLI DE OLIVEIRA1201/08/201431/07/2015
BRUNO MOISÉS DE MATOS329/04/201429/04/2017
BÁRBARA COUTO ROLOFF PADILHA3029/04/201429/04/2017
DAIANE DRAWANZ HARTWIG229/04/201429/04/2017
FRANCINE ALVES SINNOTT1629/04/201429/04/2017
GIZELE LIMA DE SÁ829/04/201429/04/2017
ODIR ANTONIO DELLAGOSTIN129/04/201429/04/2017
ROBERTA MARANINCHI SILVEIRA429/04/201429/04/2017
ROBERTA MARANINCHI SILVEIRA1201/08/201431/07/2015

Fontes Financiadoras

Sigla / NomeValorAdministrador
CNPqR$ 29.904,62

Página gerada em 17/12/2018 17:30:48 (consulta levou 0.081942s)