Nome do Projeto
Avaliação física, química e microbiológica a longo prazo na regeneração de um solo construído na área de mineração de carvão de candiota-RS
Ênfase
PESQUISA
Data inicial - Data final
02/04/2015 - 01/08/2020
Unidade de Origem
Área CNPq
Ciências Agrárias - Agronomia - Ciência do Solo
Resumo
A mineração de carvão a céu aberto causa um grande impacto ambiental. A cava aberta para a retirada do carvão é preenchida com materiasis anteriormente removidos e recoberta com uma fina camada de solo superficial. O perfil do solo construído resulta profundamente modificado, com reflexos negativos nos atributos físico-hídricos, químicos e biológicos. A revegetação lenta e irregular favorece o escorrimento superficial e a erosão severa, que expõe a camada de estéril rica em pirita, o que provoca uma reação de acidificação intensa, comprometendo o ecossistema. Neste contexto, este projeto tem por objetivo continuar a avaliação, ao longo do tempo, do efeito de diferentes sistemas de vegetação sobre a recuperação das funções de um solo construído em área minerada de carvão de forma a atingir qualidade suficiente´para manter sistemas agropastoris sustentáveis. Para tal, serão utilizados dois experimentos instalados no verão de 2003/2004 financiados pelo CNPq Edital 01/2002. O primeiro com plantas de cobertura de verão consorciadas com culturas perenes de inverno e o segundo com doses de calcário e parcelamento de aplicação. Serão avaliados os atributos físicos, químicos e biológicos do solo em função dos diferentes sistemas de cobertura e das diferentes aplicações de calcário.

Objetivo Geral

Avaliar, ao longo do tempo, oefeito de diferentes sistemas de vegetação sobre a recuperação das funções de um solo construído em área minerada de carvão de forma a atingir qualidade sufuciente para manter sistemas agropastoris sustentáveis. Avaliar a evolução de atributos físicos, quimicos e biológicos de um solo construído em função das espécies de cobertura vegetal. Determinar as espécies ou sucessão de espécies mais adequadas para introduzir no processo inicial de vegetação das áreas de solos construídos. Determinar a necessidade de calagem adequada para a situação dos solos construídos, levando em conta o potencial de acidificação devido à pirita.

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
ANA CLAUDIA RODRIGUES DE LIMA102/04/201501/08/2020
CLAUDIA LIANE RODRIGUES DE LIMA102/04/201501/08/2020
DANILO DUFECH CASTILHOS102/04/201501/08/2020
DIEGO SOARES DUQUIA402/04/201531/03/2016
DIONI GLEI BONINI BITENCOURT102/04/201531/08/2017
FLAVIA FONTANA FERNANDES102/04/201501/08/2020
GABRIEL FURTADO GARCIA1201/08/201202/04/2015
LEDEMAR CARLOS VAHL102/04/201501/08/2020
LIZETE STUMPF402/04/201531/03/2017
LUCIANO OLIVEIRA GEISSLER402/04/201531/03/2016
LUIS CARLOS TIMM102/04/201501/08/2020
LUIS EDUARDO AKIYOSHI SANCHES SUZUKI102/04/201501/08/2020
LUIZ FERNANDO SPINELLI PINTO102/04/201501/08/2020
ROGERIO OLIVEIRA DE SOUSA102/04/201501/08/2020
ROSA MARIA VARGAS CASTILHOS102/04/201501/08/2020
ROSIMERI DAMASCENO TRECHA102/04/201501/08/2020
TIAGO STUMPF DA SILVA1201/08/201202/04/2015

Página gerada em 20/05/2019 11:50:08 (consulta levou 0.072682s)