Nome do Projeto
Avaliação de métodos terapêuticos na recuperação de lesões tegumentares em ratos Wistar com e sem Diabetes mellitus Tipo 1
Ênfase
PESQUISA
Data inicial - Data final
02/06/2014 - 31/07/2015
Unidade de Origem
Área CNPq
Ciências Biológicas - Parasitologia - Entomologia e Malacologia de Parasitos e Vetores
Resumo
A terapia larval ou larvoterapia consiste na aplicação de larvas estéreis vivas de moscas necrobiontófagas obtidas em laboratórios sobre lesões, feridas crônicas ou infectadas. Essa terapêutica tem como finalidade auxiliar no processo de cicatrização de feridas com presença de tecido desvitalizado, a partir da remoção de secreção, de tecido necrosado pelas larvas. Além disso, a larvoterapia evita o desenvolvimento de micro-organismos patogênicos no leito da ferida, graças a substâncias bactericidas liberadas pelas larvas. Apesar da fácil aplicabilidade, para garantir maior segurança e sucesso com relação a este procedimento alguns fatores tem de ser alcançados: a esterilização das larvas a serem utilizadas e a garantia de que esta espécie utilizará, durante o seu processo de alimentação na ferida, somente tecido necrosado. No presente estudo, pretende-se avaliar o comportamento e a biologia da espécie Cochliomyia macellaria (Diptera: Calliphoridae), distribuída em quase todo o território brasileiro, para aplicação terapêutica. Pretende-se também avaliar, usando como modelo animal ratos Wistar com e sem diabetes tipo 1 induzida, a qualidade e o tempo de tratamento frente ao uso de: (1) larvas estéreis vivas; (2) larvas estéreis associadas a curativo de espuma com liberação de prata; (3) desbridamento mecânico associado a curativo de espuma com liberação de prata. Concomitantemente, um grupo controle será mantido sem tratamento. As lesões tegumentares serão produzidas nos animais do experimento através de aplicação subcutânea de 2 mL de solução de ácido clorídrico (2:8). Para desinfecção das larvas será usada solução de hipoclorito de sódio 0,5%. As etapas experimentais serão acompanhadas e avaliadas, além disso, registros fotográficos serão realizados durante todo o experimento.

Objetivo Geral

1- Geral

Avaliar a ação de larvas estéreis de Cochliomyia macellaria (Fabricius) (Diptera: Calliphoridae) no tratamento de lesões tegumentares em indivíduos sem e com deficiência metabólica.

2- Específicos

- Avaliar se as larvas da espécie Cochliomyia macellaria (Fabricius) (Diptera: Calliphoridae), endêmica e de ampla distribuição geográfica no Brasil, pode ser usada de forma segura para o tratamento de lesões tegumentares;

- Comparar tempo e qualidade quanto ao processo de cicatrização de lesões tegumentares usando como modelo ratos Wistar, quando observados diferentes tipos de tratamento tais como: (1) uso de larvas estéreis vivas; (2) uso de larvas estéreis associadas a curativo de espuma com liberação de prata; (3) desbridamento mecânico associado a curativo de espuma com liberação de prata;

- Apontar qual terapêutica deve ser eleita para tratamento de lesões tegumentares em casos de patogenias que envolvam indivíduos sem e com algum tipo de deficiência metabólica, usando como modelo ratos Wistar com Diabetes mellitus Tipo 1 induzida;

- Estabelecer um protocolo para aplicação da terapia larval para o tratamento de lesões tegumentares.

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
DANIELA ISABEL BRAYER PEREIRA102/06/201431/07/2015
FRANCIÉLE DE SOUZA MASIERO2402/06/201431/07/2015
JERONIMO LOPES RUAS102/06/201431/07/2015

Página gerada em 25/06/2019 05:06:11 (consulta levou 0.067472s)