Nome do Projeto
Desenvolvimento e qualidade de videira ‘Niágara rosada’ (Vitis labrusca) em cultivos protegido e a campo
Ênfase
PESQUISA
Data inicial - Data final
16/10/2014 - 31/03/2017
Unidade de Origem
Coordenador Atual
Área CNPq
Ciências Agrárias - Agronomia - Agrometerologia
Resumo
A vitivinicultura brasileira está passando por uma transformação. Com o incentivo da diversificação da produção, o cultivo de uvas tem se intensificado nas diferentes suas regiões. No Brasil, o Rio Grande do Sul é o principal estado produtor de uva, sendo que mais de 90% de sua produção destina-se a agroindústria, para elaboração de vinhos, sucos e derivados, especialmente em pequenas e médias propriedades rurais. A produtividade da videira pode ser afetada por diversos aspectos, tais como o clima, práticas culturais, nutrição mineral, disponibilidade hídrica, pragas e doenças. A influência que o ambiente exerce sobre a videira, em cultivo convencional, é resultado da interação desses fatores e o que determina sua produtividade e a qualidade dos frutos produzidos. O ambiente protegido pode representar como uma alternativa viável para minimizar problemas, como, por exemplo, doenças, principalmente pelo potencial de promover modificações no microclima do vinhedo. O diferencial pelo uso da cobertura plástica também pode ser obtido em produção, qualidade da uva e colheita da uva em época diferente da convencional, necessariamente, em função das mudanças micrometeorológicas que essa tecnologia propicia. Nesse sentido, o projeto tem como objetivo avaliar as condições micrometeorológicas e a qualidade final da uva cv. Niágara Rosada em sistemas de cultivo protegido e convencional. Serão avaliadas possíveis alterações na fenologia, na disponibilidade térmica, no consumo de água, no balanço de energia, na produção e na qualidade da uva ‘Niágara Rosada’ proporcionadas pela cobertura plástica. Avaliações do desempenho de métodos empíricos de estimativa da evapotranspiração da cultura nos dois ambientes de cultivo e análises químicas de pós-colheita (massa, tamanho e ocorrência de danos nos cachos e bagas, teor de sólidos solúveis totais, medida de pH das bagas, massa seca, também serão realizadas. A partir dessas informações, espera-se gerar possibilidade de produzir uvas de mesa com melhor qualidade e produtividade pelos agricultores familiares a partir do uso do cultivo protegido das videiras.

Objetivo Geral

- Objetivo Geral

Avaliar as condições micrometeorológicas e a qualidade final da uva cv. Niágara Rosada em sistemas de cultivo protegido e convencional.

- Objetivos Específicos

• Determinar as alterações na fenologia, na disponibilidade térmica, no consumo de água, no balanço de energia, na produção e na qualidade da uva ‘Niágara Rosada’ proporcionadas pela cobertura plástica.
• Avaliar o desempenho de métodos empíricos de estimativa da evapotranspiração da cultura nos dois ambientes de cultivo.

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
AMANDA DA FONSECA BORGES2016/10/201431/03/2017
CARLOS GUSTAVO RAASCH1016/10/201431/03/2017
CARLOS GUSTAVO RAASCH1201/08/201531/05/2016
CARLOS ROBERTO BÖNEMANN BUCHWEITZ216/10/201431/03/2017
CRISTIELE BERGMANN1201/06/201631/07/2016
LILIANE NOVELINI416/10/201431/03/2017
PATRÍCIA MARQUES DOS SANTOS1016/10/201431/03/2017
ROBERTO TRENTIN416/10/201431/03/2017

Página gerada em 14/11/2019 07:17:19 (consulta levou 0.076343s)