Nome do Projeto
Formicidae (Hymenoptera) veiculadores de patógenos em ambiente escolar de educação infantil
Ênfase
PESQUISA
Data inicial - Data final
16/03/2015 - 22/08/2016
Unidade de Origem
Coordenador Atual
Área CNPq
Ciências Biológicas - Zoologia
Resumo
As formigas domiciliares causam diversos tipos de incômodos e uma das grandes dificuldades de se controlar a densidade de formigas em ambientes urbanos é o fato de que não são reconhecidas como agentes veiculadores de doenças. O presente trabalho visa investigar os micro-organismos encontrados em diferentes espécies de Formicidae (Hymenoptera) presentes no interior de escolas de educação infantil municipais da região de Pelotas-RS. Serão contempladas com a análise de 12 escolas dos bairros Areal, Fragata, Porto, Centro, Laranjal, Três vendas, distrito industrial e Dunas. Serão coletadas formigas presentes em setores (S1=berçário, S2=fraldário, S3=cozinha, armazenamento de alimento e/ou refeitório) no interior de creches municipais de Pelotas, bimestralmente (março, maio, julho, setembro, novembro, janeiro) durante o ano de 2015, sempre no período diurno. Com isso procuramos identificar as formigas em nível de espécie e verificar o potencial como vetor mecânico de patógenos entre espécies diferentes quando expostas ao mesmo agente e nível de contágio.

Objetivo Geral

O presente trabalho visa investigar os microrganismos encontrados em diferentes espécies de Formicidae (Hymenoptera) presentes no interior de escolas de educação infantil municipais da região de Pelotas-RS. Serão contempladas com a analise de 12 escolas dos bairros Areal, Fragata, Porto, Centro, Laranjal, Três vendas, distrito industrial e Dunas, apresentando características estruturais e socioeconômicas.

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
DANIELA ISABEL BRAYER PEREIRA216/03/201516/02/2016
PAULO BRETANHA RIBEIRO216/03/201516/02/2016
VANESSA PIASA1616/03/201516/02/2016

Página gerada em 14/11/2019 09:39:06 (consulta levou 0.080423s)