Nome do Projeto
Metodologias laboratoriais para simulação do envelhecimento mecânico de restaurações dentárias
Ênfase
PESQUISA
Data inicial - Data final
01/07/2015 - 29/06/2018
Unidade de Origem
Coordenador Atual
Área CNPq
Ciências da Saúde - Odontologia - Materiais Odontológicos
Resumo
O objetivo do presente estudo é investigar os processos que afetam o desempenho mecânico de restaurações de resina composta sob diferentes condições de carregamento mecânico, a fim de possibilitar o desenvolvimento de metodologias laboratoriais capazes de simular a fadiga mecânica clínica de restaurações dentárias. Inicialmente será realizada revisão sistemática da literatura sobre estudos de fadiga mecânica simulada que envolvam compósitos resinosos restauradores e a influência dos diferentes formatos geométricos dos espécimes e metodologias sobre o comportamento de fratura. A busca será realizada nas principais bases de dados internacionais (PubMed, Web of Science e Scopus) utilizando combinações e variações/sinônimos de palavras-chave relevantes para o estudo, seguindo as diretrizes do PRISMA. A segunda etapa compreenderá análise laboratorial de um material potencialmente substituto ao substrato dentário em testes de carga máxima de fratura de restaurações de resina composta – uma resina epóxi reforçada por fibras de vidro (FR4/G10, COPE Plastics Inc.). Será testado o compósito microhíbrido (Filtek Z250, 3M ESPE) sendo as restaurações submetidas ou não ao envelhecimento mecânico (106 ciclos) em um simulador de ciclos mastigatórios (Biocycle, Biopdi), sob cargas de 150N ou 600N e frequência de 1Hz. A variável-resposta principal será carga máxima de fratura, enquanto o modo de fratura será a variável-resposta secundária. Extensometria será utilizada para medir a deformação nos substratos durante o teste de fratura, e o módulo de elasticidade da dentina e G10 será avaliado utilizando endentador dinâmico. A terceira etapa deste projeto compreenderá análise laboratorial de diferentes protocolos de degradação mecânica em restaurações com compósitos resinosos: envelhecimento mecânico, utilizando simulador de ciclos mecânicos (Biocycle, Biopdi) e fadiga mecânica pelos métodos “staircase” e “step-stress”, utilizando máquina de ensaios mecânicos dinâmicos (ElectroPuls E3000, Instron). Serão avaliados dois compósitos disponíveis comercialmente (Charisma, Kulzer e Filtek Z250, 3M ESPE). As variáveis-resposta serão a carga máxima de fratura e modo de fratura. As superfícies de fratura serão analisadas em microscopia eletrônica de varredura. Projeta-se com este estudo identificar metodologias laboratoriais para simulação da fadiga mecânica de restaurações de resina composta que gerem comportamento de falha similar ao que ocorre no ambiente clínico.

Objetivo Geral

O objetivo global do presente projeto é identificar e determinar os processos e
condições que afetam o desempenho mecânico de compósitos resinosos, sob condições de carregamento mecânico dinâmico ou cíclico, a fim de possibilitar o desenvolvimento e posterior avaliação de metodologias laboratoriais capazes de simular de forma mais fidedigna que as atuais as condições de envelhecimento e fadiga mecânica clínica de restaurações dentárias.

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
ANA LAURA DE OLIVEIRA PLÁ1201/07/201531/03/2017
KATIELLE VALENTE BRAUNER401/07/201529/06/2018
LISIA LOREA VALENTE1201/07/201518/12/2015
Leina Nakanishi801/07/201529/06/2018
MAXIMILIANO SERGIO CENCI101/07/201529/06/2018
PATRICIA DOS SANTOS JARDIM203/08/201516/12/2016
PEDRO MANOEL DO AMARAL BOANOVA1201/08/201531/07/2016
VINÍCIUS ESTEVES SALGADO1201/07/201518/12/2015

Fontes Financiadoras

Sigla / NomeValorAdministrador
CNPqR$ 39.600,00

Página gerada em 07/04/2020 01:16:50 (atualização a cada 15 minutos)