Nome do Projeto
Avaliação do Gerenciamento de Resíduos de Serviço de Saúde nas Unidades Básicas de Saúde do Município de Pelotas/RS
Ênfase
PESQUISA
Data inicial - Data final
01/10/2015 - 31/12/2018
Unidade de Origem
Área CNPq
Engenharias - Engenharia Sanitária - Saneamento Ambiental
Resumo
Segundo a Resolução da Diretoria Colegiada (RDC) ANVISA nº 306/2004 e a Resolução do CONAMA nº 358/2005, os Resíduos de Serviços de Saúde (RSS) definem-se como sendo todos os resíduos gerados nos serviços relacionados ao atendimento à saúde humana ou animal e que, por apresentarem propriedades físicas, químicas e/ou infectocontagiosas, podem trazer risco à saúde pública e ao meio ambiente. Dentre as fontes geradoras de RSS, as Unidades Básicas de Saúde (UBS) representam uma parcela significativa no cenário nacional. Em 2011, haviam 38 mil Unidades Básicas de Saúde no país. Esses estabelecimentos objetivam atender até 80% dos problemas de saúde da população, sem que haja a necessidade de encaminhamento para hospitais. Para tanto, são executadas ações de promoção e proteção da saúde, a realização de diagnósticos, a prevenção de doenças, o tratamento, a reabilitação e a manutenção da saúde da população. O Município de Pelotas/RS conta com 51 Unidades Básicas de Saúde, as quais são geradoras consideráveis e contínuas de RSS, sendo fundamental um gerenciamento adequado nessas unidades – desde a geração até a disposição final. Nessa perspectiva, os Planos de Gerenciamento de Resíduos de Serviços de Saúde (PGRSS) inserem-se como uma ferramenta efetiva para o gerenciamento correto de RSS. Tendo em vista a importância que um gerenciamento de resíduos adequado representa, este estudo objetiva realizar um diagnóstico das práticas de gerenciamento dos RSS nas Unidades Básicas de Saúde, o qual servirá de subsídio para a elaboração ou aprimoramentos dos PGRSS implantados.

Objetivo Geral

Avaliar as práticas de gerenciamento dos Resíduos de Serviços de Saúde (RSS) nas Unidades Básicas de Saúde (UBS) do Município de Pelotas/RS, como subsídio para a elaboração e/ou aprimoramento dos Planos de Gerenciamento de Resíduos de Serviço de Saúde (PGRSS) nestas unidades.

Objetivos Específicos
 Identificar as fontes geradoras de RSS dentro das UBS do Município;
 Verificar os grupos de RSS gerados, os setores e as atividades desenvolvidas pelas UBS;
 Caracterizar as etapas de gerenciamento dos RSS (geração, segregação, identificação, acondicionamento, coleta interna e externa, armazenamento interno e externo, transporte, tratamento e destino final) nas UBS;
 Verificar o conhecimento dos profissionais, funcionários e técnicos em relação aos RSS gerados nas UBS;
 Identificar e avaliar as ações realizadas em relação ao gerenciamento dos RSS nos setores geradores das UBS Unidade Básica de Saúde;
 Avaliar os PGRSS implantados, visando o fornecimento de ferramentas técnicas para a melhoria contínua, bem como à preservação da saúde pública e do meio ambiente.

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
ANDREA SOUZA CASTRO201/10/201531/12/2018
BRUNO MULLER VIEIRA201/02/201631/12/2018
DIULIANA LEANDRO401/10/201531/12/2018
ERICO KUNDE CORREA401/10/201531/12/2018
GUILHERME PEREIRA SCHOELER801/10/201531/12/2018
JÉSSICA COSTA AL-ALAM801/10/201531/12/2018
LUISA MOREIRA401/10/201531/12/2018
MATEUS TORRES NAZARI1001/10/201531/12/2018
PAMELA LAÍS CABRAL SILVA801/10/201531/12/2018
PAULA PAIVA HOFMEISTER801/10/201531/12/2018
TAMIRES GARCIA FERREIRA401/10/201531/12/2018
WILLIAN CEZAR NADALETI201/10/201531/12/2018

Página gerada em 15/07/2019 19:25:29 (consulta levou 0.065374s)