Nome do Projeto
Prevalência de obesidade geral e abdominal em uma população adulta residente na zona rural do município de Pelotas, RS
Ênfase
PESQUISA
Data inicial - Data final
10/10/2015 - 28/02/2017
Unidade de Origem
Coordenador Atual
Área CNPq
Ciências da Saúde - Saúde Coletiva
Resumo
Há uma carência de trabalhos que busquem investigar a prevalência de obesidade geral e abdominal de adultos residentes em áreas rurais do Brasil nos últimos dez anos. Devido ao aumento progressivo da prevalência de obesidade geral e abdominal – de forma mais acelerada nos países em desenvolvimento como o Brasil – com consequente aumento do risco de DCNT e diminuição da qualidade de vida, faz-se necessário o estudo nessas populações. As doenças crônicas não transmissíveis (DCNT) constituem um dos principais problemas de saúde no mundo devido à sua alta ocorrência e à expressão no padrão de morbidade adulta. Estudos apontam que as DCNT são responsáveis por 58,5% de todas as mortes e por 45,9% da carga global da morbidade adulta em todo o mundo (OLIVEIRA et al., 2009). A obesidade, sobretudo a abdominal, predispõe a pessoa a uma série de fatores de risco cardiovasculares por associar-se com grande frequência a condições como dislipidemias, hipertensão arterial, resistência à insulina e diabetes mellitus que favorecem a ocorrência de eventos cardiovasculares, particularmente os coronarianos (PINHO et al., 2013) Tais estudos evidenciam também crescimento na proporção de indivíduos com alterações de tolerância à glicose e resistência à insulina (MENDES et al., 2009). Segundo o censo demográfico do IBGE (2010), 14,9% da população do Estado do Rio Grande do Sul reside em zona rural. No município de Pelotas, especificamente, a população residente no meio rural é de aproximadamente 22 mil indivíduos (6,73%, da população). Apesar de abranger uma pequena parcela da população de Pelotas, pouco se conhece sobre as condições de saúde dessa população. Através do presente estudo, será conhecida a prevalência de obesidade geral e abdominal assim como alguns fatores associados na população rural de Pelotas, o que contribuirá para o melhor entendimento dessa doenças em áreas rurais e poderá despertar interesse de novos estudos sobre este importante assunto de saúde pública em uma população pouco estudada.

Objetivo Geral

Objetivo geral

 Identificar a prevalência de obesidade geral e abdominal em uma população
adulta residente na zona rural do município de Pelotas, RS e identificar
possíveis fatores associados à sua ocorrência.


Objetivo específico

 Investigar a prevalência de obesidade geral e abdominal nesta população;
 Investigar a associação entre obesidade geral e abdominal com as seguintes
características socioeconômicas e demográficas: Idade, sexo, etnia, renda,
escolaridade, situação conjugal.

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
CHRISTIAN LORET DE MOLA ZANATTI116/10/201528/02/2017
CHRISTIAN LORET DE MOLA ZANATTI110/10/201515/10/2015
THAIS MARTINS DA SILVA410/10/201528/02/2017

Fontes Financiadoras

Sigla / NomeValorAdministrador
CAPESR$ 74.000,00

Página gerada em 09/08/2020 17:57:36 (consulta levou 0.089692s)