Nome do Projeto
Ocorrência de parasitos com potencial zoonótico em praças públicas da cidade de Pelotas-RS
Ênfase
PESQUISA
Data inicial - Data final
01/12/2015 - 01/12/2016
Unidade de Origem
Área CNPq
Ciências Agrárias - Medicina Veterinária - Medicina Veterinária Preventiva
Resumo
Tendo em vista à possibilidade de transmissão de zoonoses, a contaminação de praças públicas por fezes de cães e gatos representa um problema em Saúde pública (ARAÚJO et al., 1999). Em várias cidades brasileiras, assim como em outros países emergentes, há uma grande população de animais nas ruas. Esses animais errantes, e cães levados por proprietários, defecam em locais públicos e podem contaminar o solo devido a eliminação de uma grande quantidade de ovos de helmintos e oocistos de protozoários pelas fezes, podendo esses ovos e oocistos, devido a características morfológicas, permanecerem viáveis no solo por longos períodos, representando perigo de infecção e desenvolvimento de parasitoses para humanos, principalmente crianças expostas a este ambiente (GALLINA et al., 2011; GUIMARÃES et al., 2005; SANTARÉM; SARTOR; BERGAMO, 1998). Portanto, é fundamental que se faça um levantamento da contaminação do solo para que se saiba o nível de exposição a que a população está sujeita (NEVES; MASSARA, 2009). O Ancylostoma sp., responsável pela Larva Migrans Cutânea (LMC), e o Toxocara sp., responsável pela Larva Migrans Visceral (LMV), estão entre os principais parasitas com potencial zoonótico eliminados através das fezes de cães e gatos. A LMV, ou toxocaríase, é caracterizada pela migração do estádio larval de Toxocara canis ou T. cati através de vísceras humanas causando processos patológicos hipereosinofílicos crônicos, que podem ser acompanhados por leucocitose e lesões granulomatosas, já a LMC é uma dermatite provocada pela migração de larvas de nematódeos, no estrato epitelial da pele humana, sendo que no Brasil, Ancylostoma braziliense e A. caninum, constituem os principais nematódeos envolvidos (GUIMARÃES et al., 2005). Dentre os oocistos que podem ser encontrado no solo de praças públicas, o de maior importância para a saúde tanto humana, como de outros animais, são os oocistos de Toxoplasma gondii. A toxoplasmose é a zoonose parasitária mais comum no mundo, tendo no Brasil uma soroprevalência na população humana estimada entre 50 e 83%(ALBUQUERQUE et al., 2011; ORÉFICE et al., 2010). O T. gondii está amplamente distribuído e possui alta infectividade e baixa patogenicidade, visto que, apesar da alta prevalência, apenas um número reduzido de pessoas apresentam a doença (ORÉFICE et al., 2010).

Objetivo Geral

Objetivo Geral:
Avaliar a ocorrência de parasitos com potencial zoonótico em praças públicas da cidade de Pelotas, no Rio Grande do Sul.

Objetivos específicos:
Avaliar a contaminação do solo de praças públicas de Pelotas por ovos de helmintos com potencial zoonótico;
Avaliar a contaminação do solo de praças públicas de Pelotas por oocistos de protozoários com potencial zoonótico;
Comparação entre as técnicas de Caldwell & Caldwell modificada e a técnica de centrífugo flutuação em solução hipersaturada para pesquisa de formas parasitárias

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
BRUNO CABRAL CHAGAS216/03/201530/11/2015
CLAUDINA JANTSCH ANDRIOTTI101/12/201501/12/2016
FABIANE NIEDERMEYER216/03/201530/11/2015
FRANCINE BRETANHA RIBEIRO DE SOUZA416/03/201530/11/2015
JAQUELINE FREITAS MOTTA216/03/201530/11/2015
LAÍS LEAL DA CUNHA201/12/201501/12/2016
LEANDRO QUINTANA NIZOLI216/03/201530/11/2015
SERGIO SILVA DA SILVA216/03/201530/11/2015
TANIA REGINA BETTIN DOS SANTOS216/03/201530/11/2015
THAIS COZZA DOS SANTOS201/12/201501/12/2016
WINNIE DE OLIVEIRA DOS SANTOS201/12/201501/12/2016

Página gerada em 14/12/2018 08:44:07 (consulta levou 0.091207s)