Nome do Projeto
EFEITO DA EROSÃO ÁCIDA SIMULADA NAS PROPRIEDADES DE MATERIAIS RESTAURADORES E NA INTERFACE ADESIVA
Ênfase
PESQUISA
Data inicial - Data final
01/02/2016 - 28/02/2018
Unidade de Origem
Coordenador Atual
Área CNPq
Ciências da Saúde - Odontologia - Materiais Odontológicos
Resumo
Diante das mudanças socioculturais que enfrentamos, a erosão dental, capaz de causar danos irreversíveis à estrutura dental, tem sido encontrada em pacientes que apresentam transtornos alimentares, refluxo gastroesofágico, ou que fazem elevado consumo de bebidas com pH ácido. A erosão endógena, ocasionada pelas desordens alimentares ou refluxo gastroesofágico, apresentam as variações mais severas, estando relacionadas à capacidade dos episódios de vômito autoinduzido e do refluxo em levar conteúdo gástrico, dentre eles o ácido clorídrico (HCl) com elevado pH, à cavidade bucal. Na literatura, é escassa a indicação de um tratamento reabilitador ideal a estes pacientes, ou com grande período de acopanhamento clínico, bem como relatos sobre o comportamento das propriedades intrínsecas do material restaurador quando em contato com o ambiente ácido. Com isso, o objetivo deste estudo é simular in vitro o efeito do processo erosivo com ácido clorídrico sobre as propriedades físico-mecânicas de diferentes materiais restauradores (cerâmicas de dissilicato de lítio e reforçada por leucita; resinas nanohíbrida e nanoparticulada), bem como sobre a interface adesiva de união entre material restaurador e estrutura dentária. A erosão ácida simulada será através de ciclagem químico-mecânica durante 96 horas estando os espécimes imersos em imersão em solução de HCl. Após a simulação os espécimes serão lavados em água destilada, por 1 minuto e armazenados em solução mineral salina. Os corpos de prova serão confeccionados de acordo com cada teste. Após o tratamento serão feitas análises das propriedades dos materiais através dos testes de rugosidade de superfície, estabilidade de cor, microdureza, microtração, e alteração topográfica da interface de união e da superfície (MEV). Os resultados serão submetidos à análise estatística.

Objetivo Geral

Estipular metodologia padronizada para simulação da erosão ácida através de ciclagem químico-mecânica e verificar a influência da erosão ácida simulada com ácido clorídrico na integridade de união de restaurações em resina composta (nanoníbrida e nanoparticulada) e cerâmicas (dissilicato de lítio e cerâmica feldspática), bem como possíveis alterações nas propriedades físico-mecânicas e interface adesiva destes materiais com substrato dentário.

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
AYUMI BATISTA KODAMA201/02/201628/02/2018

Página gerada em 27/10/2020 01:39:50 (consulta levou 0.408608s)