Nome do Projeto
Avaliação do efeito de derivados de quinolina contendo selênio no déficit cognitivo em um modelo de doença de Alzheimer em camundongos
Ênfase
PESQUISA
Data inicial - Data final
02/05/2016 - 01/02/2019
Unidade de Origem
Área CNPq
Ciências Biológicas - Bioquímica
Resumo
Serão utilizados camundongos machos da linhagem Swisspara a avaliação do efeito do composto 7-cloro-4-(fenilseleno)quinolina em um modelo de doença de Alzheimer (DA) induzida por estreptozotocina (STZ). A DA será induzida pela injeção intracerebroventricular (i.c.v.) de STZ (2µl, 2,5mg/ml)nos dias 1 e 3 do protocolo experimental. A STZ é amplamente utilizada como um indutor de doença de Alzheimer (DA) em roedores. A salina estéril 0,9% será o veículo da STZ. Trinta minutos antes da administração de STZ ou salina, os animais serão tratados com o 7-cloro-4-(fenilseleno)quinolina nas doses de 10, 25 e 50 mg/kg,per oral.Os animais controle receberão o óleo de canola (veículo do composto, 10ml/kg, per oral) e salina estéril 0,9%(2µl, i.c.v). No dia 5, os animais serão submetidos aos testes comportamentais: esquiva inibitória, labirinto em Y, labirinto de Barnes, teste de reconhecimento do objeto e campo aberto. No dia 13, serão coletadas amostras de sangue da veia caudal para a determinação da glicemia. Posteriormente, os hipocampos e córtex cerebrais serão removidos para a realização das dosagens bioquímicas: níveis de espécies reativas ao ácido tiobarbitúrico (TBARS) e tióis não-proteicos (SHNP); e a atividade das enzimas catalase (CAT) e acetilcolinesterase (AChE).

Objetivo Geral

Objetivo Geral:
O presente estudo visa avaliar o efeito neuroprotetor de 7-cloro-4-(fenilseleno)quinolina em um modelo de doença de Alzheimer (DA) em camundongos.

Objetivos Específicos:
• Verificar o efeito neuroprotetor de 7-cloro-4-(fenilseleno)quinolina no déficit cognitivo induzido por estreptozotocina (STZ) em camundongos, através dos testes da esquiva inibitória, labirinto de Barnes, teste do labirinto em Y e reconhecimento do objeto.
• Investigar a atividade locomotora e exploratória dos animais no teste do campo aberto.
• Estudar o efeito protetor de 7-cloro-4-(fenilseleno)quinolina sobre o dano oxidativo causado pela STZ nos hipocampos e córtex cerebrais de camundongos, através da determinação dos níveis de espécies reativas ao ácido tiobarbitúrico (TBARS) e tióis não-proteicos (SHNP), e atividade da enzima antioxidante catalase.
• Investigar o envolvimento da atividade da enzima acetilcolinesterase (AChE) nos hipocampos e córtex cerebrais dos camundongos.

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
ANE GABRIELA VOGT402/05/201601/02/2019
ANGÉLICA SCHIAVOM DOS REIS1002/05/201601/02/2019
BRIANA BARROS LEMOS1201/12/201731/07/2018
CRISTIANE LUCHESE102/05/201601/02/2019
DIEGO DA SILVA ALVES102/05/201601/02/2019
GABRIELA DE QUADROS DA LUZ1201/08/201730/11/2017
GUILHERME TEIXEIRA VOSS1002/05/201601/02/2019
KARLINE DA COSTA RODRIGUES1201/08/201728/02/2018
LUCIELLI SAVEGNAGO102/05/201601/02/2019
MARCIA JUCIELE DA ROCHA1002/05/201601/02/2019
MARINA LAURA CHUPEL PIT TORRES1201/03/201831/07/2018
MIKAELA PEGLOW PINZ1002/05/201601/02/2019
RENATA LEIVAS DE OLIVEIRA1002/05/201601/02/2019
VANESSA DUARTE GONÇALVES DA SILVA1002/05/201601/02/2019

Página gerada em 17/07/2019 05:41:10 (consulta levou 0.109505s)